TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Estatuto Do Idoso

Por:   •  6/6/2013  •  1.275 Palavras (6 Páginas)  •  442 Visualizações

Página 1 de 6

ESTATUTO DO IDOSO

GERONTOLOGIA E GERIATRIA

1- Diferença entre gerontologia e geriatria.

A gerontologia é uma ciência que estuda o processo de envelhecimento, estuda o comportamento, personalidade e conduta dos idosos, para isso é levado em consideração todos os aspectos, ambientais e culturais do envelhecer. Já a geriatria limita-se ao estudo das doenças da velhice e seus tratamentos.

1.1-conceitos e definições.

A Gerontologia é um campo interdisciplinar que visa estudar as mudanças típicas do processo do envelhecimento e de seus determinantes biológicos, psicológicos e socioculturais. É um campo multiprofissional e multidisciplinar. Embora a Gerontologia envolva muitas disciplinas, a pesquisa repousa sobre um eixo formado pela Biologia, pela Psicologia e pelas Ciências Sociais.

A Geriatria é o estudo clínico da velhice. Compreende a prevenção e o manejo das doenças do envelhecimento. É uma especialidade em Medicina e também em Enfermagem, Odontologia e Fisioterapia.

1.2- objetivos

Os objetivos da Gerontologia são:

Tratar dos aspectos biológicos, sociais, psíquicos e legais do envelhecimento, entre outros; e promover pesquisas que possam esclarecer os fatores envolvidos no envelhecimento.

Objetivos da Geriatria são:

Manutenção da Saúde em idades avançadas, manutenção da funcionalidade, Prevenção de doenças, Detecção e tratamento precoce, máximo grau de independência, cuidado e apoio durante doenças terminais, tratamentos seguros.

1.3- pesquisas atuais sobre gerontologia e geriatria.

Pessoas idosas que apresentam transtornos demenciais esbarram frequentemente em barreiras relacionadas à falta de oportunidades. Ambientes pobres em estímulo dificultam a expressão e o desenvolvimento das capacidades e habilidades residuais, propiciando dessa forma, a instalação progressiva de incapacidades acessórias. Ampliar as oportunidades para o convívio social e o desenvolvimento pessoal, é uma das propostas centrais da organização Israelense “Melabev”.

Para abordar a questão sobre cuidados prolongados na comunidade às pessoas idosas em situação de maior dependência, tomamos como exemplo o trabalho de uma organização privada sem fins lucrativos, que há mais de três décadas desenvolve projetos direcionados a idosos que apresentam doença de Alzheimer ou transtornos correlatos.

A fragmentação do cuidado prolongado às pessoas idosas em situação de maior fragilidade ou vulnerabilidade, a sua subdivisão técnica e políica em “cuidado clínico x cuidado social”, a desobrigação dos Estados neoliberais para com as políticas de bem estar social com transferência progressiva de responsabilidades para os indivíduos e as famílias, tem feito desta temática um campo fértil para a realização de debates calorosos.

Certamente cada realidade social deve construir os seus próprios caminhos e não existem modelos universais a ser seguidos. Entretanto, iniciativas criativas, fundamentadas, e que conseguem resultados efetivos tanto sob a perspectiva profissional quanto pela ótica do usuário, merecem uma ampla divulgação que possa estimular o intercâmbio de experiências e conhecimentos.

Foi sob esta perspectiva que iniciamos a apresentação deste tema trazendo a visão do que é possível, do que já foi experimentado, das tecnologias que se fundamentam em pessoas , e do quanto pode ser bom “encontrar um pouco de água refrescante no deserto”.

O modelo “Melabev”

Melabev é uma organização sem fins lucrativos fundada em Israel no início da década de 1980, à mesma época em que este mesmo grupo criou o Instituto Geriátrico, chamado atualmente “Melabev Institute of Aging”. Ainda naquela década foram inaugurados quatro centros-dia direcionados ao cuidado de pessoas com demência. (11)

Desde então a organização vem se dedicando ao desenvolvimento de diversos projetos direcionados à oferta de serviços de suporte para pessoas idosas que apresentam transtornos da memória ou demência e seus familiares, tendo inaugurado na década seguinte o primeiro “Clube de Memória” e posteriormente os serviços de estimulação prestados em domicílio. Sua maior atuação se dá na região de Jerusalém.

Atualmente o grupo Melabev já possui uma rede de serviços, tais como centros-dia, clubes de memória, serviços de suporte para cuidadores e atividades de estimulação aos idosos no domicílio. Para isso conta com equipes

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.4 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com