TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Neurose

Por:   •  3/5/2014  •  Artigo  •  3.895 Palavras (16 Páginas)  •  190 Visualizações

Página 1 de 16

NEUROSE

A Neurose é uma reação exagerada do sistema emocional em relação a uma experiência vivida (Reação Vivencial). Neurose é uma maneira da pessoa SER e de reagir à vida.

Quando se diz que a pessoa É neurótica e não ESTÁ neurótica, está se tentando dizer que a neurose é uma maneira da pessoa ser, associada à traços de sua personalidade. Essa maneira de ser neurótica significa que a pessoa reage à vida através de reações vivenciais não normais; seja no sentido dessas reações serem desproporcionais, seja pelo fato de serem muito duradouras, seja pelo fato delas existirem mesmo sem que exista uma causa vivencial aparente.

Essa maneira exagerada de reagir leva a pessoa neurótica a adotar uma serie de comportamentos compatíveis com o que está sentindo.

Cada tipo de transtorno neurótico tem seus sintomas, suas atitudes e sentimentos e como o quadro das neuroses é muito variável. Na realidade os quadros neuróticos estão descritos em várias seções, tais como Ansiedades e Fobias, Depressão, Estresse, Histeria e Afins, Obsessões e Compulsões e outros.

O neurótico, tem plena consciência do seu problema e, muitas vezes, sente-se impotente para modificá-lo.

Exemplos:

1 - Diante de um compromisso social a pessoa neurótica reage com muita ansiedade, mais ansiosa que a maioria das pessoas submetidas à mesma situação (desproporcional). Diante desse mesmo compromisso social a pessoa começa a ficar muito ansiosa uma semana antes (muito duradoura) ou, finalmente, a pessoa fica ansiosa só de imaginar que poderá ter um compromisso social (sem causa aparente).

2 - Num determinado ambiente (ônibus, elevador, avião, em meio a multidão, etc) a pessoa neurótica começa a passar mal, achando que vai acontecer alguma coisa (desproporcional). Ou começa a passar mal só de saber que terá de enfrentar a tal situação (sem causa aparente).

Como vimos, a Neurose é uma doença, uma doença emocional, afetiva e da personalidade. Esclarecendo alguns mitos culturais, primeiramente é importante deixar claro o que a Neurose não é:

Neurose não é:

- Falta de Homem (ou de Mulher)

- Falta de pensamento positivo

- Cabeça ou mente fraca

- Falta de força de vontade

- Falta de ter o que fazer

- Ruindade, maldade ou capricho

- Sem-vergonhice

- Influência espiritual

- Mal-olhado ou encosto

- Coisa "de sua cabeça"

- Falta de ter passado por dificuldades de verdade (isso é sorte)

Neurose (embora possa ser agravada) não acontece por:

- Nunca ter passado dificuldades na vida

- Falta de uma boa surra

- Ter tido de tudo na vida

- Não ter tido tudo na vida

- Causa do pai que brigava com a mãe

- Causa dos pais que se separaram

- Causa do pai ter sido muito enérgico

- Causa do pai ter sido omisso

- Não ter tido pai

- Ter tido uma mãe super-protetora

- Ter tido uma mãe omissa

- Não ter tido uma mãe

- Ter sabido que a mãe não era essa

- Ter "forçado demais a cabeça"

- Nunca ter "forçado demais a cabeça"

- Causa de uma menstruação que subiu para a cabeça

- Finalmente, por ter misturado manga com leite...

Causas das neuroses

Não há um fator único que possa ser apontado como causa das neuroses. O que se tem por estabelecido é que elas são distúrbios do desenvolvimento da personalidade que se iniciam ainda na infância muito precoce, embora só possam ser detectados mais tarde. Possivelmente haja também a participação de fatores hereditários, embora seja difícil determiná-los. Parecem ser de grande importância os modelos de identificação a

...

Baixar como (para membros premium)  txt (26.9 Kb)  
Continuar por mais 15 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com