TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Contabilidade De Custos

Por:   •  13/6/2012  •  1.806 Palavras (8 Páginas)  •  1.064 Visualizações

Página 1 de 8

Com o surgimento da Industria, tornou-se bastante complexa a tarefa de avaliar os estoques dos produtos existentes nas empresas e por ela produzidos, pelo fato de que os produtos incorporam diversos fatores de produção utilizados para sua obtenção.

Assim, a preocupação dos contadores foi a de fazer da Contabilidade de Custos uma forma de resolver seus problemas de mensuração monetária dos estoques e do resultado, não a de fazer dela um instrumento gerencial.

A contabilidade de Custos , por não fazer parte da Contabilidade Gerencial, não está presa aos requisitos legais ou fiscais, nem a convenções padronizadas.

Nos últimas décadas a contabilidade de custos vem se evoluindo e modernizando-se, deixando de ser mera auxiliar na avaliação de estoques e de lucros globais, para torna-se um importante instrumento de controle suporte às tomadas de decisões.

A moderna Contabilidade de Custos passou a ser utilizada em outros campos que o não industrial, é bastante comum encontrar outros setores da economia utilizado da Contabilidade de Custos.

A Contabilidade de Custos fica com a função de identificar, mensurar e informar os custos de produtos e ou serviços. Tem como objetivo gerar informações precisas e rápidas sobre a Análise de gastos para a tomada de decisões, na administração.

Os sistemas tradicionais de custeio partem do pressuposto de que produtos e serviços gerados pela empresa consomem recursos pagos por essa geração

O sistema tradicional de custeio é composto por custeio total ou por absorção e custeio direto.

O conceito baseado na atividade é uma metodologia desenvolvida para facilitar a analise estratégica de custos relacionados com atividades que mais impactam o consumo de recursos de uma empresa.

Etapa 4 ( Silvia)

Critérios de Rateio

Como todos os custos indiretos estão englobados nos custos Gerais, os mesmos são apurados no final do período, pelo total de cada um deles, sem atribuição a cada produto ou função de produção diferente.Para atribuição do custo indireto a cada tipo de produto ou de função, é necessário proceder-se ao Rateio.O rateio é a divisão proporcional pelos valores de uma base conhecida. A melhor base de rateio para determinado custo é aquela que se supõe que o custo ocorra na mesma proporção dela, ou seja, o custo indireto deve guardar estrita correlação com os dados escolhidos como base de rateio.

Cálculo do Rateio- Dividindo-se o valor do custo indireto pelo total da base, obtêm-se o quociente de rateio, o qual deverá ser usado com o máximo de casas decimais possíveis. Multiplicando-se o quociente de rateio pelo valor da base referente a cada produto ou função, obtêm-se a parcela do custo indireto atribuível ao respectivo produto ou função. A soma de todas as parcelas do custo indireto atribuídas aos diferentes produtos tem que ser igual ao que total que foi rateado.A seguir veremos alguns tipos de gastos gerais e suas bases de rateio mais indicadas.

Matéria-prima indireta- o dado que guarda estreita relação com a mesma, portanto serve como base de rateio, é a matéria-prima direta.

Supervisão- caracteriza-se pela remuneração paga ou devida ao pessoal que chefia um grupo de pessoas. A melhor base de rateio para este custo é o valor da mão-de-obra direta apropriada a cada tipode produto diferente ou a cada função diferente do custo.

Combustíveis- o dado que melhor serve como base de rateio é a potência das máquinas a combustão,quanto mais potente for a máquina mais combustível deverá consumir.

Energia ( força)- O dado mais indicado para a base de rateio é a potência das máquinas elétricas.

Depreciações- O valor do imobilizado( imobilizações industriais) é o dado que melhor serve como base para o rateio deste custo.

Material de limpeza e salário do pessoal de limpeza -Em se tratando de limpeza industrial, o dado mais adequado como base de rateio deste custo é a área ocupada.

Energia elétrica- A área ocupada também será o dado mais adequado como base de rateio, quanto maior for a área ocupada na fabricação de um produto, mais energia elétrica será consumida no respectivo local.

Publicidade e propaganda-

Um dos dados comumente usados como base de rateio é o valor da

...

Baixar como (para membros premium)  txt (11.5 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com