TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Microalgas

Por:   •  30/11/2014  •  Trabalho acadêmico  •  3.658 Palavras (15 Páginas)  •  84 Visualizações

Página 1 de 15

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO E JUSTIFICATIVA 3

2. REVISÃO BIBLIOGRÁFICA 5

2.1 - Biocombustíveis alternativos 5

2.2 - Aplicações das Microalgas 5

2.3 - Potencial das algas para a produção de energia 6

2.4 - Potencial das algas para a produção de Biodiesel 7

2.5 - Etapas da produção de Biodiesel 7

2.6 - Parâmetros físico-químicos para o cultivo de microalgas 8

2.7 - Vantagens da utilização das microalgas na produção de Biodiesel 9

2.8 - Pesquisas e mercado no Brasil 10

2.9 - Pesquisas e mercado mundial 11

2.10 - Perspectivas futuras 12

3. CONCLUSÕES E PERSPECTIVAS 13

4. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 14

LISTA DE FIGURAS

Figura 1: Vias de obtenção de diversos produtos energéticos derivados das algas. 6

Figura 2: Etapas do processo de produção de biodiesel a partir de microalgas. 8

LISTA DE TABELAS

Tabela 1: Comparação de algumas matérias primas usadas para produzir biodiesel 5

RESUMO

É de senso comum que as microalgas apresentam um enorme potencial para suprir a crescente demanda de energia prevista para as próximas décadas. Isso porque elas possuem um teor de lipídio elevado se comparado com as oleaginosas convencionais e não competem por solos cultiváveis. A produção de biodiesel a partir de microalga surge sorrateiramente em meio a pequenas pesquisas para, em um futuro próspero, estar inserido no mercado industrial, acarretando grandes benefícios para o meio ambiente e para a população. A viabilidade econômica do processo também deve ser levada em consideração, e esse é um dos principais problemas que esse tipo de processo enfrenta nos dias de hoje. O presente trabalho visa elucidar a respeito da importância de se obter uma nova fonte de combustível renovável, e ilustrar de maneira objetiva o processo de obtenção do biodiesel a partir das microalgas.

1. INTRODUÇÃO E JUSTIFICATIVA

O biodiesel vem crescendo a cada dia como opção de combustível devido à preocupação com o meio ambiente e sua preservação. Vários fatores pesam a favor da utilização do biodiesel, dentre eles o fato de ser um combustível biodegradável e renovável. Outros fatores podem ser levados em consideração, segundo a International Energy Agency (2004), incentivos fiscais e subsídios; altos preços do petróleo e a busca pela redução da dependência do mesmo; problemas climáticos e ambientais.

Segundo Knothe et al. (2005) o biodiesel pode ser produzido de uma grande variedade de matérias-primas, e a escolha desta vai depender em grande parte de fatores geográficos, origem e qualidade da matéria-prima (mudanças no processo de produção podem se fazer necessárias). O biodiesel pode ser obtido por processo de transesterificação ou por craquemento e esterificação. O processo de transesterificação é mais usado e é uma reação química de óleos vegetais ou de gorduras animais com o álcool comum (etanol ou o metanol), estimulados por catalisador.

Segundo Pérez (2007), as microalgas possuem alto potencial, já evidenciado por pesquisas, na produção de biodiesel. Tal potencial está associado à composição de lipídeos na biomassa microalgal que varia entre 1 a 40% do peso seco e, em certas condições de cultivo, pode se alcançar 85% (BECKER, 2004). Os lipídeos algais são tipicamente compostos por glicerol, açúcares ou bases esterificadas e ácidos graxos contendo entre 12 e 22 carbonos, podendo ser tanto saturados quanto mono ou poliinsaturados (BECKER, 2004).

As microalgas têm sido estudadas em pesquisas biotecnológicas devido sua importância nutricional, econômica e ecológica (COSTA et al. 2006). Segundo Morais e Costa (2008), muitas microalgas são utilizadas para a produção de alimentos por produzirem diversas substâncias, como vitaminas, sais minerais, pigmentos, lipídios e ácidos graxos. Outra aplicação para as microalgas está relacionado a aspectos de cadeia alimentar,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (25.5 Kb)  
Continuar por mais 14 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com