TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Pesquisa De Carbono

Por:   •  10/4/2013  •  682 Palavras (3 Páginas)  •  905 Visualizações

Página 1 de 3

Instituto Federal Sul-Rio-Grandense

Campus Pelotas

IFSul – Curso de Química

Pesquisa de Carbono

Daniela Marth, Caroline Holz

Técnico em Química – 2º Semestre Manhã

Análise Qualitativa Orgânica – Profª Júlia Ávila

Setembro de 2012

Pelotas / RS

Objetivo

Diferenciar os tipos de combustão.

EMBASAMENTO TEÓRICO

A combustão ou queima é uma reação química exotérmica entre uma substância(combustível), um gás(comburente), geralmente este é o oxigênio, que libera calor e luz.

Reações de combustão estão muito presentes em nosso cotidiano, pois as principais fontes de geração de energia resultam da combustão ou queima de alguns combustíveis, como etanol, gasolina, carvão vegetal e até mesmo a energia necessária para viver é resultado dessas reações.

Quando queimado em ar os hidrocarbonetos, formam vários compostos, como CO2, CO, H2O, H2, CH4, NOX, SOX, fuligem, sendo alguns destes os principais causadores do efeito estufa. Mas em uma reação estequiométrica ideal, apenas é formado CO2 e H2O.

Combustão Completa

Em uma combustão completa, o reagente irá queimar no oxigênio, produzindo um número limitado de produtos e uma chama oxidante, azul. Quando um hidrocarboneto queima no oxigênio, a reação gera apenas dióxido de carbono (CO2) e água. Quando elementos como C,N,S e Fe são queimados, o resultado serão os óxidos mais comuns. O carbono gera o dióxido de carbono(CO2), nitrogênio gera dióxido de nitrogênio (NO2), enxofre gera dióxido de enxofre (SO2) e o ferro gera óxido de ferro III (Fe2O3).

A combustão completa é normalmente impossível de atingir, a menos que a reação ocorra em situações controladas, como, por exemplo, em laboratório.

Combustão Incompleta

Na combustão incompleta não há suprimento de oxigênio adequado para que ela ocorra de maneira completa. O reagente também queima em oxigênio, porém, produz um número ilimitado de produtos.

Dependendo da composição, um hidrocarboneto que queima em oxigênio, pode originar até óxido de nitrogênio, além é claro, do monóxido de carbono e água. Também há liberação de carbono, sob forma de fuligem.

Este tipo de combustão é muito mais comum que a completa, e os subprodutos gerados por esta combustão, na queima de combustíveis em automóveis, pode ser muito prejudicial a saúde e ao meio ambiente.

Compostos Incombustíveis

Baseiam-se na transformação do carbono em gás carbônico.

Procedimento experimental

Pesquisa de carbono no butanol

Queima-se pequena quantidade de amostra em uma espátula metálica ( com cabo de madeira). Coloca-se uma cápsula de porcelana a uma altura de aproximadamente 10 cm acima da espátula, para que a fumaça desprendida alcance o fundo da cápsula.

Observa-se o escurecimento do fundo da cápsula. Isso indica que, com a combustão, houve liberação de partículas negras (fuligem) de carbono.

Pesquisa de carbono na sacarose

Coloca-se pequena quantidade de amostra em uma espátula metálica ( com cabo de madeira), e aquece-se em chama, conforme procedimento da pesquisa de carbono no butanol, compara-se os resultados.

Mistura-se bem, em um tubo de ensaio, pequena quantidade de amostra com uma quantidade cinco vezes maior de óxido cúprico. Aquece-se a mistura e, através de um tubo em “U” atravessado com uma rolha de borracha, recolhe-se os vapores em um tubo de ensaio contendo solução saturada e límpida de água de cal (Ca(OH)2). O aparecimento de um precipitado branco evidencia a presença de carbono na amostra.

Materiais

• Cadinho

• Espátula

• Tenaz

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.2 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com