TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Lista de Exercício Chordata (Zoologia)

Por:   •  8/10/2020  •  Trabalho acadêmico  •  538 Palavras (3 Páginas)  •  22 Visualizações

Página 1 de 3

ATIVIDADE DE ZOOLOGIA - AULA 2

Assunto: Chordata

Nome: Isabelle Mira da Silva

1.         Explique como a classificação cladista para os vertebrados resulta em importantes reagrupamentos dos tradicionais táxons de vertebrados (refere-se à Figura abaixo. Por que alguns agrupamentos tradicionalmente reconhecidos, como Agnatha e Reptilia, são inconsistentes com os princípios cladistas?

[pic 1]

        Sabe-se que o grupo dos Vertebrados foi estruturados baseado no conhecimento dos organismos que compõem esse grupo possuem coluna vertebral, contudo mediante as comparações morfológicas e fisiológicas e, mais recentemente, as moleculares (Biologia e Genética Molecular), foi possível atestar as similaridades corporais entre organismos, espécies, gêneros, famílias, ordens, classes, filos e reinos e assim, ao longo do tempo e com o aperfeiçoamento das técnicas de comparação, os agrupamentos foram sendo reestruturados até chegar no conhecido atualmente.

No processo de classificação a Classe Reptilia, devido ao fato de serem muito semelhantes, no caso Reptilia junto aos lagartos, não se comparados filogeneticamente, ou seja, a classificação que os une é artificial, se baseando principalmente em critérios morfológicos e fisiológicos. Caso fossem posicionados de acordo com as informações, além de morfológicas e fisiológicas, moleculares haveria a classificação de crocodilos e aves em um único táxon, o Archosauria. Portanto a classe Reptilia não representa totalmente o grupo como um todo, mas apenas parte dos amniotos.

 

2.         Nomeie cinco características compartilhadas por todos os cordados e explique a função primária de cada uma.

As características compartilhadas entre o grupo Chordata, Urochordata e os Vertebrados são: i) Cordão Nervoso Dorsal, ii) Notocorda Dorsal, iii) Fendas Faríngeas, iv) Cauda Muscular Pós-Anal e v) Endóstilo.

                O primeiro deles é o i) Cordão Nervoso Dorsal, no qual em Invertebrados representa o cordão nervoso ventral e nos Vertebrados são os arcos neurais protetores das vértebras. O segundo (ii) é a Notocorda, voltada para 2 funções: no caso das células vascularizadas, evitar o encurtamento e o funcionamento da musculatura longitudinal antagonista e servir como ponto fixador para os músculos, potencializando então o nado. O terceiro (iii) são as Fendas Faríngeas, relacionadas às funções alimentares no caso da evolução do aparelho de alimentação. O quarto (iv) é a Cauda Muscular Pós-Anal, que é relacionada a musculatura somática, relacionada ao movimento de propulsão na água. E, por fim, o Quinto (v) sendo o Endóstilo, no qual é caracterizado pelo sulco glandular ciliado, que tem a função de, na presença de Iodo, sintetizar tiroxina.

3.         No debate sobre a questão da origem dos cordados, os zoólogos, finalmente, concordam que os cordados devem ter evoluído dentro do grupo deuterostômio e não de um grupo protostômio, como inicialmente defendido. Quais as evidências embriológicas que sustentam esse ponto de vista?

        As evidências que sustentam a hipótese de evolução do grupo dos cordados são: simetria bilateral; faixa ciliada circum-oral originando o cordão nervoso; a faixa ciliada adoral originando o endóstilo; ainda na larva diplêurula surgiu a notocorda e a musculatura segmentar; sistema nervoso rudimentar para controle natatório; desenvolvimento de cílios adorais evoluindo para endóstilos.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.4 Kb)   pdf (147.6 Kb)   docx (278.4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com