TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O RELATO DE DEPRESAO

Por:   •  20/5/2020  •  Relatório de pesquisa  •  1.221 Palavras (5 Páginas)  •  9 Visualizações

Página 1 de 5

RELATO DE CASO SOBRE DEPRESSÃO

Introdução

         A coexistência de depressão após um acidente drástico. Esta associação leva a pior evolução, tanto do quadro psiquiátrico, mental e emocional. Contudo, nem sempre o diagnóstico da depressão é evidente e, mesmo quando corretamente identificada, muitas vezes é subtratada, quer por razões imputáveis ao médico, quer por má adesão do doente à terapêutica.

[pic 1]         A depressão maior é um transtorno frequente, crônico, mais comum em mulheres, porém nos homens á um elevado prejuízo funcional e risco de suicídio. Este trabalho tem como objetivo apresentar um caso clínico exemplificando e discutindo o diagnóstico de depressão maior e fatores de risco de suicídio. O Relado de caso de Depressão ocorreu na Cidade de Cuiabá-MT. Um Paciente que lutou contra si mesmo para suportar a dor a perder o seu primeiro Amor, sua esposa casado há 25 anos e sua única filha.

Anamnese

Identificação: N.A.F.

Idade: 45 anos;

Sexo: Masculino;

Cor: Pardo;

Conjugue: Viúvo há seis meses. Ficou casado há 25 anos com a mesma companheira,

Natural: Cuiabá – MT;

Profissão: Professor de uma Escola Estadual 20 anos (efetivo), Formado e Pós-graduado na UFMT.

Saúde: Nunca teve problema de Saúde.

Pratica Atividade Física: Fazia Atividade Física com a Esposa.

MOTIVO DA CONSULTA: “Não tenho mais vontade de viver”.

História da doença:

       

          N.A.F compareceu à consulta psiquiátrica relatando estar se sentindo desanimado, choroso, triste e muito revoltado. "Revoltado com o mundo e com todos ao seu redor".

          Tal quadro clínico teve início em 2000, quando sua esposa acabou de ter o seu primeiro filho e foi visitar a família da esposa em Sorriso- MT. No carro estava a esposa, o bebê de 6 meses e ele, infelizmente houve um acidente o carro cabotou e nesse acidente morreu a esposa e o bebê. Desde então, N.A.F passou a ter dificuldades no trabalho. Dar as aulas e focar atenção nos estudos. Ele dizia:  “Doutor, não consigo mais fazer nada do que fazia antes. Minha vida está uma porcaria. É isso que devo ser mesmo, uma grande porcaria."

          As dificuldades em dormir à noite e o pouco apetite passaram a ser uma constante em sua vida. No entanto, o que mais chamava atenção era seu isolamento: "Passei a não fazer mais nada. Eu, quando não estava dormindo, ficava pensando na minha esposa que conheci na época da universidade e na nossa princesa quer partiu tão cedo desta vida". N.A.F diz estar sem vontade de continuar a viver e sente-se injustiçado por Deus. Cliente procurou o Psicólogo, por não conter, mas as suas emoções.

História pessoal:

          Filho mais velho de uma prole de cinco irmãos. Ele é os irmãos são muito Unidos. Houve algumas brigas entre eles, mas nada sério. Apresentou desenvolvimento tanto psicomotor como cognitivo dentro dos padrões de normalidade. Foi criado, por pai e mãe, ambos muito carinhosos e religiosos. Servil o Exercito Brasileiro aos17 anos após o termino do Exercício entrou na UFMT. Pais muito orgulhosos, pois o primeiro filho a cursar uma universidade. N.A.F não teve nenhum relacionamento estável até conhecer Thais na Universidade, com quem se casou após os dois se formarem.

          Sua mulher era seu grande apoio, sua Vida, sua Fortaleza e Amiga. Após seu falecimento, N.A.F continuou morando no mesma casa aonde os dois conseguiram comprar juntos, na época foi a sua maior vitória.

Exame Psicopatológico

:

•Aparência: Relaxado, com barba por fazer e roupa com tonalidade escura, odor muito forte aparentemente dias sem banho.

•Atitude: Apática;

•Consciência: Vígil; Estado patológico em que há perda de consciência;

•Sensopercepcão: Paciente relata, é observam umas alterações no campo da sensopercepção;

•Memória: Sem alterações significativas; lembra todo o seu passado.

•Pensamento: apresentou perturbado;

•Humor: Tristeza Vital;

•Psicomotricidade: Inibição psicomotora, comprometendo atividades laborativas e estudantis;

•Consciência de morbidade: Presente;

•Vida Instintiva: Diminuição significativa da libido, insônia terminal e hiporexia;

•Aspectos Valorativos: Era Religioso, no entanto, distante da igreja após a morte de sua esposa e filha.

•Orientação: Orientado globalmente;

•Linguagem: Não apresenta erros de português que comprometam a compreensão, utiliza linguagem coloquial;

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.1 Kb)   pdf (80.7 Kb)   docx (12.8 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com