TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Análise Térmica de Medicamentos

Por:   •  8/6/2019  •  Trabalho acadêmico  •  661 Palavras (3 Páginas)  •  7 Visualizações

Página 1 de 3

[pic 1]

Nome: Flavia Natalia C. Santos

Curso: Farmácia 3° período

Análise Térmica de Medicamentos

 Técnicas de termogravimetria (TG) e calorimetria esplorativa diferencial (DSC)

-Definição das técnicas;
-Fundamento das técnicas;
-Equipamentos usados no processo;
-Gráficos;
-Uso na área farmacêutica

Termogravimetria (TG) é uma técnica destrutiva no ramo de análises térmicas, na qual se monitora a variação da massa de uma amostra em função da temperatura ou do tempo em um ambiente de temperatura e atmosfera controladas. Seu princípio de funcionamento é simples: analisar a perda ou a agregação de massa à amostra em temperaturas variadas. Em geral os métodos térmicos encontram ampla aplicação tanto no controle de qualidade quanto na pesquisa de produtos industriais (a exemplo de polímeros, fármacos, argilas, minerais e ligas metálicas.

Calorimetria esplorativa diferencial (DSC) é uma técnica que mede a energia fornecida à substância termicamente inerte, em função da variação da temperatura com programação controlada. Esta técnica é utilizada na caracterização de polímeros, fármacos, alimentos, biológicos, compostos orgânicos e inorgânicos

A análise térmica, nos últimos anos, vem sendo utilizada no desenvolvimento de formulações farmacêuticas, no controle de qualidade de matérias-primas especialidades, além de proporcionar nova oportunidade de melhorar a qualidade das técnicas quantitativas já utilizadas pelas indústrias farmacêuticas nos seus procedimentos operacionais.

Dentre as aplicações da análise térmica na área farmacêutica, destaca-se a

determinação de pureza de insumos e nos estudos de compatibilidade fármaco-excipiente. A etapa inicial do desenvolvimento de um novo produto farmacêutico

envolve os estudos de pré-formulação, contemplando as propriedades físico química da substância medicamentosas puras e misturas com excipientes. Os excipientes são substâncias que estão presente na formulação do produto, porém não possuem ação farmacológica, apenas conferem propriedades adjuvantes para o desenvolvimento do produto. No entanto, alguns excipientes podem interagir com o princípio ativo alterando o processo produtivo e a atividade farmacológica do fármaco.

As interações físicas e químicas entre fármaco-excipiente podem interferir na natureza química, estabilidade, absorção, biodisponibilidade e eficácia, desta forma a aplicação da análise térmica oferece subsídios para o controle de qualidade das matérias-primas e formas farmacêuticas.

Uma das principais aplicações da análise térmica nas indústrias farmacêuticas é realizar uma rápida avaliação das possíveis incompatibilidades entre os componentes da formulação. As técnicas termoanalíticas apresentam como principais vantagens avaliar com rapidez as interações físico-químicas, tais como a formação de mistura eutética, presença de polimorfismo ou de adsorção entre fármaco e excipientes, além de modificações nos eventos de decomposição térmica. A calorimetria exploratória diferencial (DSC), a termogravimetria/termogravimetria derivada (TG/DTG))são os métodos termoanalíticos mais empregados na área farmacêutica. Nesta perspectiva, o presente trabalho objetivou avaliar possíveis interações entre o maleato de enalapril e excipientes farmacêuticos utilizados. ( O maleato de enalapril é um dos principais fármacos utilizados para o tratamento da hipertensão, considerado um pró-fármaco inibidor da enzima conversora da angiostensina.)

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5 Kb)   pdf (205.9 Kb)   docx (327.9 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com