TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Revisão e Perspectiva do Uso Indiscriminado de Antibióticos e a Resistência Bacteriana

Por:   •  23/8/2019  •  Trabalho acadêmico  •  3.701 Palavras (15 Páginas)  •  64 Visualizações

Página 1 de 15

Revisão e perspectiva do Uso indiscriminado de antibióticos e a resistência bacteriana

Revision and perspectives the indiscriminate use of antibiotics and bacterial resistance

Eulla Keren Antunes Teixeira Rodrigues;1 Erica Penteado;2 Maria Eleonora Feracin da Silva Picoli 3

1. Aluna do curso de farmácia da Universidade Paulista, Campinas, SP.

2. Professora Mestre do Curso de Farmácia, Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Paulista, Campinas, SP.

3. Professora Doutora Titular do Instituto de Ciências da Saúde, Universidade Paulista, Campinas, SP.

Resumo

Antibióticos são compostos naturais ou sintéticos capazes de inibir o crescimento ou causar a morte de fungos ou bactérias. A evolução dos antibióticos foi muito importante para a terapia de novas doenças e diminuição da taxa de mortalidade, permitindo a melhoria geral da saúde publica, entretanto, ocorreu um uso abusivo desses antibióticos e como consequência favoreceu o aumento da resistência bacteriana. O objetivo deste trabalho foi realizar uma revisão bibliográfica para identificar as principais causas do desenvolvimento da resistência bacteriana aos antibióticos, a partir de uma analise de base de dados Scielo, entre outros realizados com o foco neste assunto com recorte cronológico de 10 anos. Atualmente existem vários mecanismos de resistência bacteriana aos antibióticos, os principais são alteração de permeabilidade com a diminuição de sua permeabilidade na membrana externa, mecanismo enzimático com enzimas inativadoras de antibióticos, bomba de efluxo é o bombeamento ativo de antimicrobianos do meio intracelular para o extracelular e alteração do sitio de ação a modificação do alvo leva á perda de sensibilidade a antibióticos O aumento da resistência bacteriana tem levado a um aumento na necessidade de novos fármacos e novas classes de antibióticos, tanto para infecções adquiridas em hospitais quanto na comunidade, a informação dos profissionais é um dos fatores principais no controle desta causa.

Palavras-chave: Resistencia bacteriana, antibióticos, neutralização de antibióticos.

Abstract

Antibiotics are natural or synthetic compounds able to inhibit growth or cause death of fungi or bacteria. The development of antibiotics was very important for the therapy of new diseases and decreased mortality rate, allowing the general improvement of public health, however, was an abusive use of these antibiotics and consequently favored the increase of bacterial resistance. The aim of this study was to conduct a literature review to identify the main causes of the development of bacterial resistance to antibiotics, from an analysis based on SCIELO data, among others performed with the focus on this issue with chronological cut of 10 years. Currently there are several mechanisms for antibiotic resistance, are major changes in permeability with decreasing permeability of the outer membrane with enzymatic mechanism inactivating enzymes antibiotics, efflux pump is pumping the active antimicrobials for the intracellular and extracellular alteration of the site of action leads to the modification of the target loss of sensitivity to antibiotics increased bacterial resistance has led to an increase in the need for new drugs and new classes of antibiotics for both infections acquired in hospitals and in the community, information from professionals is a major factor in controlling this cause.

Keywords: Bacterial Resistance, antibiotics, neutralization of antibiotics.

_______________________________________________________________

Introdução

         Os microrganismos podem ser classificados de diferentes formas, sendo a natureza da parede celular apenas uma delas. Este não é apenas um instrumento taxônomico, uma vez que reflete várias diferenças fundamentais na estrutura de suas paredes celulares, mas também tem implicações para a ação dos antibióticos.(RANG,2008)

        A parede celular dos microrganismos classificados como gram-positivos é uma estrutura relativamente simples. Ela compreende cerca de 50% de peptídeoglicanos, 40 a 45% de polímeros ácidos, sendo eles ácido lipotecóico e ácido tecóico e 5 a 10% de proteínas e polissacarídeos.(RANG, 2008)

       A parede celular dos gram-negativos é muito mais complexa. Da membrana plasmática para fora, ela consiste nos seguintes elementos:

  • Uma camada de peptídeoglicanos, formando 5% da massa da parede celular, que está frequentemente ligada a moléculas de lipoproteínas que se projetam para fora;
  • Um espaço periplasmático contendo enzimas e outros componentes;
  • Polissacarídeos complexos formando componentes importantes da superfície externa. Esses polissacarídeos constituem endotoxinas, que são responsáveis pela reação inflamatória, pela ativação do complemento, causando febre.
  • Uma membrana externa que consiste em uma dupla camada lipídica, similar em alguns aspectos à membrana plasmática, que contém moléculas protéicas e lipoproteínas ligadas ao peptídeoglicano. (RANG, 2008)

       A parede celular lipopolisacarídea é também uma importante barreira à penetração de compostos exógenos, pois a dificuldade de penetrar nesta camada externa é a razão pela qual alguns antibióticos são menos ativos. (RANG, 2008)

[pic 1]

Figura1: Componentes estruturais da parede celular de bactérias Gram-negativas e Gram-positivas. (MESQUITA,2011)

         Antibióticos são compostos naturais ou sintéticos capazes de inibir o crescimento ou causar a morte de fungos ou bactérias. A história dos antibióticos iniciou-se em 1910,quando Erlich desenvolveu o primeiro antibiótico de origem sintética, usando contra a sífilis.(CROTY,2012). Depois dessa descoberta, o progresso dos antibióticos ficou limitado e só em 1934, com o uso da proflavina na Segunda Guerra Mundial, teve um antibiótico utilizado em larga escala.3 No entanto, esse composto era altamente tóxico e havia a necessidade de continuar com o desenvolvimento de novos antibióticos. No final do século XIX, pesquisadores se empenharam em descobrir um tratamento para inibir o crescimento ou causar a morte de microrganismos que pudessem causar doenças. (CROTY, 2012)

...

Baixar como (para membros premium)  txt (25.9 Kb)   pdf (464.3 Kb)   docx (890.3 Kb)  
Continuar por mais 14 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com