TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO NA ARTRITE REUMATÓIDE

Por:   •  2/4/2015  •  Trabalho acadêmico  •  3.111 Palavras (13 Páginas)  •  238 Visualizações

Página 1 de 13

 A importância do tratamento fisioterapêutico na artrite reumatóide

The importance of physiotherapy treatment rheumatoid arthritis

Titulo resumido: A fisioterapia na artrite reumatoide

Evelyn Ramos Elias¹, Marisa Lopez²

Endereço de Correspondência: rua Norihisds Murakami, 168 – Jardim são Carlos ;

da

1

  1. Aluna em graduação no curso de fisioterapia pela Universidade Paulista (UNIP) de Sorocaba.
  2. Docente no curso de graduação em fisioterapia na universidade Paulista (UNIP) de Sorocaba

_______________________________________________________________

A IMPORTÂNCIA DO TRATAMENTO FISIOTERAPÊUTICO NA ARTRITE REUMATÓIDE

THE IMPORTANCE OF PHYSIOTHERAPY TREATMENT RHEUMATOID ARTHRITIS

Evelyn Ramos Elias¹, Marisa Lopes¹

¹UNIVERSIDADE PAULISTA – SOROCABA

_____________________________________________________________________

Resumo: Objetivo: Verificar se o tratamento fisioterapêutico em pacientes com artrite reumatoide traz bons resultados ,se retarda suas incapacidades, e se  possibilita uma melhor qualidade de vida portadores da doença. Método: Revisão de literatura em base de dados como Google Acadêmico, artigos e revistas científicas , Scielo, Medline, Bireme, BVS, Lilacs.  Conclusão: Foi possível identificar através da revisão da literatura a importância do tratamento fisioterapêutico na artrite reumatoide, que apresentou uma resposta positiva sobre a eficácia da fisioterapia nessa afecção. Todos os autores citados concordam que a fisioterapia é imprescindível no tratamento da artrite reumatoide, salientando assim a importância da fisioterapia e que sem tratamento fisioterapêutico, os pacientes com artrite reumatoide estão sujeitos a ter uma baixa qualidade de vida por conta das incapacitações que a doença pode causar, afetando o individuo não só fisicamente, mas também psicologicamente.  

 Descritores: fisioterapia, artrite reumatoide, incapacidades.

Abstract: objective: to verify if the physiotherapeutic treatment in patients with rheumatoid arthritis brings good results, if it slows their disabilities, and provides a better quality of life carriers of the disease. Method: a literature review on how Google Scholar database, articles and scientific journals, Medline, Scielo, Bireme, VHL, Lilacs.  Conclusion: it was possible to identify through the literature review the importance of physiotherapy treatment in rheumatoid arthritis, who presented a positive response about the effectiveness of physiotherapy in this disease. All authors agree that physical therapy is essential in the treatment of rheumatoid arthritis, stressing the importance of physiotherapy and who without physiotherapeutic treatment, patients with rheumatoid arthritis are subject to have a lower quality of life due to the disability that can cause disease, affecting the individual not only physically, but also psychologically.  

 Keywords: physiotherapy, rheumatoid arthritis, disabilities.

_______________________________________________________________

               Introdução

A artrite reumatóide constitui uma doença inflamatória crônica progressiva, sendo caracterizada por sinovite com envolvimento preferencial de articulações de mãos e punhos, de caráter simétrico e aditivo (1). O acometimento em geral simétrico das pequenas e grandes articulações é a característica principal da artrite reumatoide. O caráter crônico e destrutivo da doença pode levar à importante limitação funcional, com perda da capacidade laboral e da qualidade de vida, a menos que o diagnóstico seja feito em fase inicial da doença e que o tratamento determine melhora clínica. Além da deformidade irreversível e da limitação funcional, pacientes com artrite reumatoide e doença avançada podem apresentar menor sobrevida, o que confirma a gravidade desta doença (2). Não tem uma causa definida, possui apenas teorias de seu surgimento como fatores genéticos ou hormonais. Acredita-se também que uma resposta autoimune seria o fator desencadeante para o desenvolvimento do complexo fisiopatológico da doença. Especula-se que esse evento, ainda pouco conhecido, poderia corresponder à infecção por algum patógeno desconhecido ou agentes como retrovírus, parvovírus, vírus de Epstein-Barr ou fungos como a cândida (3).

...

Baixar como (para membros premium)  txt (23 Kb)  
Continuar por mais 12 páginas »