TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Motivos Que Levam Um Paciente Hipertenso A Abandonar O Tratamento Anti-hipertensivo Em Uma Unidade De Saúde.

Por:   •  20/10/2014  •  4.944 Palavras (20 Páginas)  •  225 Visualizações

Página 1 de 20

1 INTRODUÇÃO

A hipertensão arterial descontrolada é a principal e maior responsável isolada pelo aumento de risco para doenças relacionadas o que contribui para o elevado ônus social e econômico destinado à saúde. Estudos demonstram que o tratamento medicamentoso da hipertensão reduz, substancialmente, o risco de eventos cardiovasculares.

Enquanto profissional de saúde, pude observar nas Unidades de Saúde que é grande o número de pacientes hipertensos que não comparecem às consultas agendadas, sendo assim, levando em conta a importância do cenário acima, nos deparamos com uma situação problema: O que leva o cliente com hipertensão arterial sistêmica a não continuar o tratamento? Sabendo o quanto é importante a adesão ao tratamento em vários aspectos, nos reunimos para debater o assunto e tentar entender o motivo da falta de participação na terapia e levantamos algumas hipóteses: A falta de conhecimento sobre a hipertensão arterial sistêmica favorece á interrupção do tratamento. Eles não aceitam as mudanças no estilo de vida. O fato de o uso da medicação ser prolongado pode dificultar o tratamento. Diante disso foi realizada uma pesquisa no intuito de achar um motivo que respondesse essas pergunta.

Para facilitar o estudo seria melhor enumerarmos questões que, além de pertinentes ao assunto, norteam na tentativa de sanar nossa dúvida. São elas: 1- Qual a incidência de pacientes com hipertensão arterial sistêmica em uma U.B.S que abandonam o tratamento? Qual o perfil desses pacientes que abandonam o tratamento? Quais fatores interferem na continuidade do tratamento de hipertensão arterial?

Nossa pesquisa tem como tema, “Motivos que levam o cliente hipertenso a abandonar o tratamento anti-hipertensivo em uma Unidade de Saúde” e o “Perfil dos clientes com hipertensão arterial sistêmica que abandona o tratamento” como nosso objeto de estudo.

Com essa pesquisa pude saber quais os motivos mais comuns que levam à falta de cuidado com a hipertensão arterial por parte dos clientes; mostrar a importância sobre a continuidade do tratamento e também do envolvimento no auto-cuidado. Outro ponto importante observado é que a nossa pesquisa pode contribuir como subsídio para ações de enfermagem voltadas para um público alvo o que seria mais eficaz. Sabendo que a hipertensão arterial descontrolada é um fator desencadeante para inúmeras morbidades e co-morbidades nosso estudo atuaria indiretamente na diminuição do fluxo no atendimento hospitalar e conseqüentemente na redução do atendimento secundário diminuindo custos com a saúde no município.

1.1.- METODOLOGIA

Para realizar a pesquisa foi escolhido como campo de pesquisa a Unidade Básica de Saúde “Parteira Maria Bico Docê” onde atuei como enfermeira gerente e pude detectar o elevado número de pacientes que não aderiram ao tratamento. Realizamos visitas domiciliares para coleta de dados da nossa população alvo, os clientes cadastrados, mas que não comparecem às consultas agendadas. Para tal fizemos uma entrevista que, para Minayo (2001), fornece ao pesquisador obter informações contidas na fala dos atores e que pode ser entendida como uma conversa a dois onde os objetivos e propósitos são previamente definidos em busca de informações sobre um tema, o que nos fornecerá dados tanto subjetivos quanto objetivos. Devemos observar que a identidade dos participantes foi resguardada e para tanto, usaremos apenas as iniciais dos nomes. Usamos como instrumento de coleta um questionário presente em anexo, que constam perguntas previamente formuladas. O material foi coletado em 30 dias, não estipulados da semana de modo que não ultrapassou um período máximo de um mês correspondente entre 1 de setembro á 1 de outubro de 2009 no intuito de respeitamos a rotina da unidade de saúde que orienta os pacientes a retornarem mensalmente para retirar sua medicação. Posteriormente as respostas foram transcritas, analisadas e agrupadas em unidades temáticas que para Bardin (1979) “é a unidade de significação que se liberta naturalmente de um texto analisado segundo critérios relativos a teoria que serve de guia a leitura”. Optamos por um estudo qualiquantitativo. Minayo (2001), diz que a pesquisa qualitativa responde as questões

...

Baixar como (para membros premium)  txt (30.6 Kb)  
Continuar por mais 19 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com