TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Anatomia

Por:   •  17/6/2015  •  Projeto de pesquisa  •  579 Palavras (3 Páginas)  •  105 Visualizações

Página 1 de 3

ANATOMIA COMPARADA DOS VERTEBRADOS

ROMER, Alfred Sherwood

PARSONS, Thomas S.

Cap. 3 - Pág. 67

A atividade inteligente pode ser considerada como a chave do progresso dos mamíferos. Com esta atividade podem ser correlacionados não somente o eficiente aparelho locomotor característico dos mamíferos, como também os aperfeiçoamentos na circulação e a temperatura constante do corpo (correlacionada com o aparecimetno de pelos).

A viviparidade - característica de todos os grupos, com exceção das formas mais primitivas - e a amamentação, juntamente com a proteção e o adestramento do filhote, são modificações que deram em um longo período para o desenvolvimento e elaboração de delicados mecanismos nervosos antes dos filhotes serem soltos pelo mundo.

Os mamíferos caracterizam-se pela presença de glândulas mamárias e, assim, por amamentar os filhotes. Outras características são a presença de pelos e de um diafragma muscular; entretanto, todas elas são "moles" --- nenhuma será preservada num fóssil; e o tipo de articulação da mandíbula, que situa-se entre dois ossos dérmicos (a camada da pele sob a epiderme), o esquamosal e o dental.

OS MONOTREMADOS

São os únicos prototérios sobreviventes e extremamente diferentes dos demais mamíferos vivos. Incluem somente onitorrincos e équidnas.

O onitorrinco é semiaquático, tem patas com palmouras, o corpo recoberto por pelos e é um frequentador de rios, onde obtém o seu alimento, constituído por gastrópodes e bivales.

O équidna, protegido dos inimigos por uma camada de pelos duros, alimenta-se de cupins; tem patas com garras que proporciam-lhe uma grande habilidade para cavar.

Ambos os tipos contróem ninhos em tocas.

Os monotremados são desdentados (quando adultos), apresentando, ao invés de dentes, bicos córneos --- achatados e semelhantes ao bico do pato, em um deles, e mais fino, no outro.

OS TÉRIOS PRIMITIVOS E OS MUSURPIAIS

*A Austrália é a única região onde os marsupiais se desenvolveram bastante.

Além de um grande alisfenóide na parede lateral da caixa craniana, caracterizam-se por possuir dentes molares que se iniciam como triângulos e que se tornam mais complexos.

Os mamíferos com masúrpio devem seu nome popular ao fato da fêmea trazer em seu ventre uma bolsa, onde os filhotes são mantidos e alimentados durante um certo tempo após o nascimento; as fêmeas são vivíparas e os filhotes, ao nascer, são muito pequenos e imaturos.

Mais ou menos diretamente de ancestrais poliprotodontes (tem quatro ou cinco incisivos emcada

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.9 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »