TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Materiais Tratamentos térmicos

Por:   •  16/12/2012  •  466 Palavras (2 Páginas)  •  945 Visualizações

Página 1 de 2

Martensita: para subresfriamentos da austenita instável a temperaturas abaixo de Mi (por volta de 300ºC) surge o constituinte martensita.

A transformação ocorre a partir da austenita e independe do fator tempo, no entanto, o resfriamento deve ser rápido o bastante de tal forma que a austenita não se transforme antes em outra estrutura.

É uma solução super saturada de carbono no ferro α de aspecto acicular e de reticulado tetragonal

Fatores que afetam as curvas T.T.T.

Quanto maior o teor de carbono e de elementos de liga no aço (com exceção do Co) mais para a direita se deslocam as curvas, facilitando a têmpera.

Quanto maior o tamanho de grão da austenita antes do resfriamento mais para a direita se deslocam as curvas facilitando a têmpera.As transformações iniciam nos contornos de grão .No entanto o aumento do tamanho de grão prejudica as propriedades do aço

Quanto mais homogênea a austenita (sem partículas de carboneto impurezas etc...) mais para a direita se deslocam as curvas T.T.T. facilitando a têmpera. Em geral quanto mais alta a temperatura de aquecimento e quanto maior o tempo de permanência mais homogênea a austenita

A têmpera consiste em resfriar o aço, após austenitização, a uma velocidade suficientemente rápida para evitar as transformações perlíticas e bainíticas na peça em questão. Deste modo, obtém-se a estrutura metaestável martensítica. Uma célula unitária dessa estrutura cristalina consiste simplesmente em um cubo de corpo centrado que foi alongado em uma das suas dimensões. Muito diferente da ferrita C, todos os átomos de carbono permanecem como impurezas intersticiais na martensita, restringindo dessa maneira o movimento de discordâncias [4].

Enquanto a têmpera consiste em realizar um resfriamento rápido para obtenção de um novo arranjo cristalino, o recozimento visa eliminar quaisquer tratamentos mecânicos e térmicos a que o material tenha sido anteriormente submetido. A temperatura de recozimento pode variar de acordo com a sua finalidade que são: recozimento total, recozimento para alívio de tensões e esferoidização. Os principais objetivos alcançados são remoção de tensões, diminuição da dureza, melhora da ductilidade, ajuste do tamanho de grão, produção de estruturas definidas entre outras. De modo geral, em todos os processos de recozimento o material é submetido a uma temperatura elevada por um período de tempo prolongado, sendo ele então resfriado lentamente.

A normalização é um tratamento muito semelhante ao recozimento, pelo menos quanto aos seus objetivos. A diferença consiste no fato de que o resfriamento posterior é menos lento ao ar, por exemplo, resultando assim numa estrutura cristalina mais fina do que a produzida no recozimento, e consequentemente propriedades mecânicas

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.1 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com