TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Relatório de Circuitos - Método dos Três Wattímetros

Por:   •  30/11/2019  •  Relatório de pesquisa  •  1.323 Palavras (6 Páginas)  •  11 Visualizações

Página 1 de 6

1 OBJETIVO

Seu objetivo é aprender a manusear os equipamentos para aferir a potência elétrica

em um circuito trifásico equilibrado, utilizando o método dos 3 wattímetros e a montar

mesmo.

2 INTRODUÇÃO

Circuitos ou sistemas nas quais as fontes em corrente alternada operam na mesma

frequência, mas com fases diferentes são denominados polifásicos. O circuito trifásico é

um caso particular dos circuitos polifásicos que, por razões técnicas e econômicas tornouse padrão em geração, transmissão e distribuição.

Um sistema trifásico é produzido em um gerador conforme o esquema

simplificado da figura abaixo. Os três enrolamentos são estáticos e têm o mesmo número

de espiras, enquanto o rotor do gerador se movimenta. O campo magnético girante do

rotor é produzido a partir de uma fonte CC independente, ou da retificação da própria

tensão obtida do gerador (autoexcitação).

Figura 1: Gerador trifásico.

Fonte: IFSC - São José, s.d.

Nesta configuração de enrolamentos do gerador é como houvesse três fontes de

tensão com mesma amplitude e frequência, mas defasadas entre si de 120º elétricos.

Usualmente as fases são indicadas por uma sequência de letras, como “ABC” ou “RST”.

A Figura 2 mostra a representação dos sinais de tensão de saída do gerador no tempo.

6

Figura 2: Tensões de Saída.

Fonte: IFSC - São José, s.d.

Um dos terminais das bobinas do gerador são conectados entre si, de forma que a

diferença de potencial entre eles se neutraliza, formando o terminal neutro ou

simplesmente neutro do circuito. Desta forma, um sistema trifásico passa a ser constituído

de quatro fios, sendo três condutores fase e um neutro.

Os sistemas trifásicos possuem a flexibilidade de poder atender cargas

monofásicas, bifásicas e trifásicas sem qualquer alteração em sua configuração. Na Figura

3 são apresentadas formas de ligações das cargas.

Figura 3: Exemplo de ligações de cargas no sistema trifásico.

Fonte: IFSC - São José, s.d.

As três tensões possuem um ponto de neutro, o qual é definido como referência

do sistema (0 V). Este ponto é aterrado no gerador. Se uma carga monofásica for ligada

entre o ponto de neutro e uma das fases ela estará sujeita a uma “tensão de fase” dada pela

expressão já conhecida:

7

V𝐹

(𝑡) = V𝑃 ∗ 𝑠𝑒𝑛(𝑤𝑡) [𝑉]

Uma carga conectada entre duas fases terá uma maior diferença de potencial e sua

expressão matemática será:

V𝐿 (𝑡) = √3 ∗ V𝑃 ∗ 𝑠𝑒𝑛 (𝑤𝑡 − 30º) [𝑉]

A diferença de potencial entre duas fases é denominada “tensão de linha”. A

Figura 4 ilustra o resultado da diferença entre as tensões instantâneas entre as fases A e

B.

Figura 4: Tensões de fase e de linha.

Fonte: IFSC - São José, s.d.

No Brasil os dois níveis de tensão mais usuais do sistema de distribuição

secundário é são 220V e 380V, a Tabela 2.1 resume os níveis de tensão por região no

Brasil. Desta forma têm-se as seguintes relações:

V𝐿 = 380 𝑉 ⇒ V𝐹 =

𝑉𝐿

√3

= 220 𝑉

V𝐿

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10.4 Kb)   pdf (53.5 Kb)   docx (14.6 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com