TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATIVIDADE PRATICA

Por:   •  2/12/2015  •  Artigo  •  786 Palavras (4 Páginas)  •  57 Visualizações

Página 1 de 4

ROTEIRO PARA ATPS – ETAPA 2

Primeiramente, em relação aos aspectos ergonômicos, fazer uma leitura do texto “A importância da ergonomia no estudo de tempos e movimentos” e tirar as principais idéias para enriquecer a atividade.

Em seguida, considerar o leiaute descrito no Passo 3 como o desenho da fábrica.

Recordando, nossa empresa deve produzir mensalmente 25 toneladas de suplemento. Faremos embalagens de 2,5 Kg que é a demanda por indivíduo. Portanto, produziremos 10.000 potes de suplemento, mensalmente.

Para processar o composto, precisamos de 2 tipos de máquinas:

Máquina A: faz a mistura dos ingredientes

Máquina B: coloca a mistura nos potes, rotula e tampa.

O tempo de processamento, por unidade do produto, realizado pelas máquinas deve ser:

A = escolher entre 2 a 4 minutos.

B = escolher entre 3 a 5 minutos

Cada máquina deve funcionar em um único turno, com 6,5 horas úteis, diariamente, 22 dias no mês.

A máquina A não apresenta defeito.

A máquina B perde entre 3% e 7% da produção (você deve escolher).

Com essas informações, você deve determinar qual o número de máquinas A e B necessárias à produção das 10.000 unidades requeridas.

DETERMINAÇÃO DAS ATIVIDADES E DO TEMPO PADRÃO DE EXECUÇÃO DAS TAREFAS

Admitiremos que a empresa trabalha com um leiaute em linha para as funções executadas por seus funcionários. A seguir são descritas as tarefas, o tempo médio (cronometrado) e você deve chegar ao tempo padrão, conforme visto em aula. Posteriormente, você deverá determinar qual o número teórico de operadores, o balanceamento e o número real, complementando com o cálculo da eficiência do balanceamento.

[pic 1][pic 2]

[pic 3]

[pic 4]

[pic 5]

[pic 6]

[pic 7]

[pic 8]

[pic 9]

[pic 10]

[pic 11]

[pic 12]

A(s) máquina(s) A vai processar a mistura e lançar automaticamente em um tanque, o qual alimentará a(s) máquina(s) B.

A(s) máquina(s) B, após processar o envase, envia os frascos para outro tanque. O(s) operário(s) realizará as próximas tarefas:[pic 13]

[pic 14]

[pic 15]

[pic 16]

[pic 17]

[pic 18]

[pic 19][pic 20]

Para calcular o tempo padrão de cada atividade você deve considerar:

- a velocidade do operador dentre 85% a 115% (você deve escolher, exceto 100%)

- a tolerância para a fadiga dentre 15% a 30% (você deve escolher)

- a tolerância para necessidades pessoais de 10% a 20%.

EXEMPLO COMPLETO (Não utilizar as mesmas bases que utilizei).

a máquina A processa cada unidade em 5 minutos e não apresenta defeitos

a máquina B processa cada unidade em 6 minutos e 8% apresenta defeitos

Para determinar o número de máquinas A:

10.000x5= 50.000 minutos

tempo disponível:

6,5x22x60 = 8580 minutos

número de máquinas A:

50000/8580 = 5,827506

Portanto, 6 máquinas A

Para determinar o número de máquinas B:

Produção bruta = 10000/(1-0,08)= 10869,5652

PB= 10.870

Tempo total:

10870x6= 65220

tempo disponível:

6,5x22x60 = 8580

número de máquinas B:

65220/8580 = 7,601399

Portanto, 8 máquinas B

CÁLCULO DO TEMPO PADRÃO

Vou adotar velocidade do operador 120%

tolerância para fadiga, 35%

tolerância para necessidades pessoais, 10%

Fator de tolerância = 145%

ATIVIDADE 1

Tempo cronometrado: 12 minutos

número de caixas: 25ton/25kg= 1000

número de viagens = 1.000/5=200

tempo normal=12x120%=14,4min

tempo padrão=14,4x145%=20,88min

Tempo por unidade=(200x20,88)/10000=0,4176 por unidade

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.1 Kb)   pdf (196.8 Kb)   docx (25.9 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com