TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Av 1 - Especialização em Consultoria Empresarial - Governança Corporativa

Por:   •  4/5/2016  •  Monografia  •  4.155 Palavras (17 Páginas)  •  198 Visualizações

Página 1 de 17

WEBAULA 1

Uma Abordagem Introdutória do Tema Governança Corporativa

 

No decorrer da leitura, você irá encontrar muitos conceitos e teorias que irão ajudar a sua compreensão a respeito da gestão corporativa.

Vamos então conhecer alguns fatos e registros importantes.

Na maioria das vezes que visualizamos uma empresa, ficamos imaginando como surgiu a ideia, a organização do negócio. Acabamos fazendo um exercício mental de planejamento, ou seja, paramos para pensar em: Como essa organização está estruturada? Como desenvolve suas ações de planejamento? Como está organizada? Ao longo dos anos ocorreu um avanço significativo na forma de gerenciar os negócios, são mudanças relacionadas a uma nova adaptação a exigências e também a novos contextos do mundo coorporativo.

Pare para pensar em quantas alterações políticas, sociais, tecnológicas e econômicas vivenciamos nos últimos anos. Compare o seu estilo de vida com gerações anteriores e descobrirá um abismo na forma de executar o trabalho.

Normalmente as pessoas comuns não pensam assim, percebemos apenas as organizações reagindo à todo e qualquer desafio ou mudanças. Destacamos então a capacidade de adaptação das empresas nesse primeiro instante.

Recentemente do ponto de vista dos negócios descobrimos que existe um novo cenário no mundo dos negócios. Um olhar e uma postura diferente do ambiente em que são realizados os negócios. Mudanças e adaptações que representa uma profunda transformação na condução de nossas empresas e que vem acontecendo não somente a sua volta, mas também na estrutura gerencial das empresas pelo mundo afora.

Grave isso: Se quiserem sobreviver e continuar desenvolvendo-se, as organizações terão de ultrapassar as formas anteriores de gestão e operar em uma sociedade da competição e da informação.

 

Você pode agora comentar no nosso Fórum o sentido dessa sociedade da Competição e Informação

Os futuros responsáveis pela gestão “como é o seu caso” enfrentarão o desafio de exercer um papel de liderança nesse processo contínuo de transformação, interagindo com públicos diversos, transformando-os em agentes interativos, que compartilham interesses e responsabilidades seja como investidor, fornecedor, agente público, agente financeiro ou, qualquer outro interesse.

No mercado internacional, principalmente durante as últimas décadas foi consolidado um movimento que aumentou dramaticamente o fluxo de capitais e a liberdade de escolha dos investidores. No caso brasileiro o movimento de internacionalização de empresas brasileiras tem sido marcado por um aumento de empresas que se instalaram no exterior, ou que recorrem frequentemente a transações comerciais e contratos com empresas de outros países. Esse movimento de atravessar fronteiras em busca de oportunidades de negócios tem aumentado dramaticamente a importância de empresas bem gerenciadas e estrategicamente posicionadas.

O aumento de possibilidades internacionais implica em uma nova adaptação um conjunto de responsabilidades ao corpo de dirigentes das organizações. As empresas devem mostrar respeito a regras de mercado e a seus públicos como acionistas, bem como para outras partes interessadas e, na verdade, da sociedade como um todo.

Você consegue listar empresas brasileiras que hoje estão internacionalizadas, ou que possuem relações constantes com outros países. Faça esse exercício mental.

As empresas brasileiras devem demonstrar que estão prontas para arcar com este aumento de responsabilidade principalmente com os aspectos da gestão de recursos e escolhas estratégicas. Em seu estudo da graduação você dever ter percebido várias dessas mudanças. No ambiente das empresas podemos perceber que a construção de uma melhor relação com acionistas, funcionários, clientes, fornecedores e público em geral é possível traçar estratégicas e novas vias oportunidades de negócios.

A confiança mútua entre o público da comunidade empresarial é um fator chave para melhorar a competitividade internacional e, assim garantir o aumento da qualidade de vida dos seus colaboradores e o retorno de seus investidores. Essa é a regra

Um passo importante para garantir uma boa imagem na comunidade de investidores internos e externos é garantir níveis de confiabilidade elevados demonstrando o esforço da empresa em busca das melhores práticas produtivas e nas relações entre acionistas, conselhos de administração, gerentes e diretores.

Nessa trajetória é possível identificar que a poucos anos as empresas começaram a se preocupar de maneira crítica com as recomendações relacionadas a práticas de “boa governança corporativa”. Essa preocupação deriva do papel de prestação de contas e do esclarecimento do papel e também do trabalho que será exercido pelo conselho de diretores e gerentes das empresas. Assim podemos perceber que não existe um modelo único mais um ajuste das estratégias e das escolhas da governança, e da informação das diretrizes corporativa.

Como resposta a essas e outras exigências da internacionalização, que envolvem novos padrões financeiros, políticos e sociais, as organizações passam a investir, de forma mais sistemática, nas relações gerenciais voltadas para o bem estar dos negócios e da sociedade.

Empresas modernas estão atendendo novas demandas e gerando discussões estratégicas com colaboradores, fornecedores, consumidores e com a sociedade de maneira geral.

Empresas bem preparadas estão focando suas atuações em princípios fundamentais como ética e a qualidade ao tratar as relações diretas e indiretas com seus parceiros e públicos.

Essa movimentação resultará em uma mudança de filosofia de gestão e permitirá uma resposta a pergunta estratégia do objetivo da empresa. Outra dimensão exige uma resposta na maneira de conduzir os negócios, em resposta aos prejuízos constantes gerados pelos escândalos financeiros, envolvendo diversas corporações que causaram a destruição de alguns setores e mercados. Esse movimento de risco também despertou a atenção da sociedade em geral para a relevância do estudo da governança corporativa.

Para o exigente mercado de investimentos, diante das múltiplas possibilidades de escolha e do vasto universo de setores que demandam recursos, as organizações devem prestar conta de suas escolhas atuais e de como pretendem resolver seus desafios para garantir retorno a seus atuais e novos acionistas. As informações do modus operandi e das estratégias alteram a importância do acompanhamento da forma de pensar e agir dos executivos e de seus grupos de conselheiros.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (29.6 Kb)   pdf (191.3 Kb)   docx (23.9 Kb)  
Continuar por mais 16 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com