TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Teste de resenha critica: Livro de Souza e Diehl

Por:   •  21/2/2016  •  Ensaio  •  536 Palavras (3 Páginas)  •  342 Visualizações

Página 1 de 3

        Esta é uma resenha sobre o capítulo 1 do livro de Souza e Diehl onde irá abordar sobres os conceitos básicos e as terminologias em custos.

        Para isso os autores introduzem com o significado do que é custo. Custo é todo valor monetário ou valor cobrado, oriundo de um consumo de recurso. Ou seja este custo pode ser obtido através das somas dos custos diversos recursos, resumindo, seria a soma do custo da mão de obra com os custos diretos e os custos indiretos.

        Os custos diretos eles se resumem a toda matéria prima utilizada diretamente no produto. Os custo de mão de obra estão relacionados as pessoas que trabalham diretamente na produção do produto e os custos indiretos são todos os custos que não são identificados na fabricação.

        As empresas elas tem uma competição entre si. Para isso utilizam-se de atributos que são oferecidos a seus clientes, tais quais estes atributos se resumem em qualidade, velocidade e confiabilidade, flexibilidade, inovatividade e custo. Onde se a empresa conseguir a melhor combinação entre esses atributos, terá um melhor desempenho global e consequentemente lucratividade. A competitividade de uma empresa ela pode ser avaliada pela sua lucratividade, onde a lucratividade está relacionada a produtividade, na qual a produtividade é uma medida dos resultados obtidos pelos recursos utilizados, ou seja, a relação entre entradas e saídas.

        O autor ainda enfatiza alguns conceitos relacionados a este capitulo. Podemos citar o gasto, onde é o ato de comprar, aquisição de algo para a empresa. O custo é a parte do gasto que está agregado ao produto. Investimento é um esforço financeiro com objetivo de retorno em um futuro próximo. Despesa, de acordo com a contabilidade geral, está relacionada a custos do período. Depreciação é um custo que visa constituir um fundo de reserva. Desembolso é a saída de dinheiro do caixa. Perdas é o consumo de recursos acima do necessário.

        Os custos eles podem variar de acordo com a quantidade produzida. Ele dividem-se em custos fixos e custos variáveis. Os custos fixos são aqueles custos que não variam de acordo com a quantidade produzida. Já os custos variáveis eles variam de acordo com a quantidade produzida.

        Ainda existe a relação dos custos diretos com os custos indiretos. Os custos diretos estão relacionados aqueles custos onde são atribuídos a um produtos, tais como matéria prima, mão de obra. Os custos indiretos eles não são de fácil identificação em relação ao produto.

        Em uma ótica de unidades de acumulação, os custos podem ser unitário e total. Os custos unitários estão relacionados a uma unidade produzida do produto. Já o custo total está relacionado para produzir uma quantidade de unidades de produto.

        Existem outros conceitos de custos nas quais eles se subdividem em: custos da produção conjunta, tangibilidade, custos enterrados, custos ambientais, custos de oportunidade, custos elimináveis e não elimináveis, custo marginal e custos relativos ao desembolso monetário.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3.1 Kb)   pdf (42.5 Kb)   docx (9 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com