TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATPS DE CONTABILIDADE DE CUSTOS ETAPA

Por:   •  24/9/2015  •  Trabalho acadêmico  •  1.153 Palavras (5 Páginas)  •  323 Visualizações

Página 1 de 5

INTRODUÇÃO

O objetivo dessa ATPS é mostrar a visão do conceito da Contabilidade de Custos, como o objetivo de conhecer todos os conceitos e a importância da contabilidade no estudo dos gastos feitos para se obter um bem de venda ou de consumo, quer seja produto, mercadoria ou serviço.

O trabalho consiste no aprendizado da contabilidade de custos e de seus efeitos no ramo empresarial e financeiro, que organiza e analisam os custos dos produtos, inventários, serviços e das atividades de produção, pra determinar o lucro e auxiliar o administrador no processo de tomada de decisão, precisando ter conhecimento na estrutura necessária para o entendimento das contas contábeis e suas demonstrações, bem como suas finalidades para analisar a saúde financeira e econômica da empresa.

 

Etapa 1

Passo 3

Escrever um resumo de no mínimo 2 laudas e no máximo 4 laudas, descrevendo as conclusões dos pontos anotados no passo 1  e os pontos estudados no passo 2.

Custos Diretos

Com base nos passos anteriores, podemos concluir que custos diretos nada mais são do que aqueles que podem ser identificados e diretamente apropriados a cada tipo de obra a ser custeada, ou seja, sua ligação é direta a cada tipo de bem ou função de custo. Também pode ser ligado a um produto ou linha de produto, centro de custo ou departamento, exemplo: compra de uma matéria-prima usada na fabricação do produto ou consumo de materiais diretos entre outros.

Na apropriação dois custos diretos, para saber sobre o consumo de materiais, por exemplo, pode ser implantar um sistema de requisição de material, assim tendo controle do que é retirado do almoxarifado e qual sua finalidade. A respeito da mão de obra , pode-se implantar um sistema de ponto eletrônico, assim tendo o controle da presença no dia a dia de cada funcionário, o departamento a qual pertence e os horários desde o inicio até o termino da jornada de serviço. Para as empresas prestadoras de serviços, o uso de requisições de serviço é fundamental para obter o controle da jorna da do funcionário.

Custos Indiretos

Custos indiretos são custos que não se podem apropriar diretamente a cada tipo de bem ou função de custo no momento de sua ocorrência. Custos indiretos são apropriados aos portadores finais mediante o emprego de critérios pré-determinados e vinculados a causas correlatas, como mão de obra, gastos de energia, com base em horas em maquinas utilizadas etc., ou seja, um custo que não pode ser atribuído diretamente a um produto, linha de produto, centro de custo ou departamento.

Terminologia Básica na Contabilidade

  • Gasto: compra de um bem ou serviço que irá gerar sacrifício financeiro, não necessariamente neste momento.

  • Investimento: gasto ativo que tem como objetivo geração de benefícios futuros.

  • Custos: são gastos relacionados a atividades principal da empresa.
  • Despesas: são gastos relacionados à atividade fim da empresa, gastos relacionados às áreas administrativas e comerciais.
  • Perdas: são gastos de natureza excepcional, já que ocorrem de forma anormal e involuntária. Entende-se consumo involuntário o extravio e o desaparecimento de bens, exemplo: roubo e incêndio de produtos, etc.
  • Desembolso: é o ato de pagar e este pode ocorrer em três momentos diferentes:
  1. Á vista: nos momentos que ocorre o gasto;
  2. Á prazo: ocorre após a geração do gasto’
  3. Antecipado: que ocorre antes do gasto, ou seja, antes a aquisição do bem ou serviço.
  • Receita: Entrada de elementos para o ativo sob a forma de dinheiro ou de direitos a receber, correspondente normalmente à venda de bens ou serviços. Classificam-se em operacionais e não operacionais.

Passo 4

  • Classificar os eventos abaixo, relativos a uma indústria de manufatura, como: Investimentos (I), Custo (C), Despesa (D) ou Perda (P), seguindo a terminologia contábil:

( I )Compra de matéria prima

(C) Consumo de energia elétrica

(C) Utilização de mão de obra

(D) Consumo de combustível

(D) Gastos com pessoal do faturamento (salário)

( I ) Aquisição de máquinas

(C) Depreciação das máquinas

(D) Comissões proporcionais às vendas

(D) Remuneração do pessoal da Contabilidade Geral (salário)

(C/D) Depreciação do prédio da Empresa

(C) Consumo de matéria prima

( I ) Aquisição de embalagens

(P) Deterioração do estoque de matéria prima por enchente

(P) Remuneração do tempo do pessoal em greve

(C) Geração de sucata no processo produtivo

(P) Estrago acidental e imprevisível de lote material

(P) Reconhecimento de duplicata como não recebível

(I ) Gastos com desenvolvimento de novos produtos e processos

(C) Gastos com seguro contra incêndio

(C) Consumo de embalagens

  • Assinalar Falso (F) ou Verdadeiro (V), á luz dos Princípios Fundamentais de Contabilidade.

(V) O registro dos encargos financeiros deve ser tratado na Contabilidade como desposa, não como custo.

(V) O custeio por absorção deriva da aplicação dos Princípios de Contabilidade geralmente aceitos.

(V) Os encargos financeiros são custos de produção, já que podem ser identificados com financiamento de matérias primas ou outros fatores de produção.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.9 Kb)   pdf (70.4 Kb)   docx (15.4 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com