TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

1808 - Família real portuguesa chega ao Brasil

Por:   •  6/3/2018  •  Seminário  •  945 Palavras (4 Páginas)  •  633 Visualizações

Página 1 de 4

CENTRO UNIVERSITÁRIO DINÂMICA DAS CATARATAS[pic 1]

Missão: Formar profissionais capacitados, socialmente responsáveis e aptos a promoverem

as transformações futuras para o mundo do trabalho.

GABRIELA FRIGO

GIULIANA TEZZA

THALLITA JAGNOW

TURMA 5º “A” - ARQUITETURA E URBANISMO

PROFESSORA GREICY ZINN

1808 – A família real portuguesa chega ao Brasil

FOZ DO IGUAÇU/PR

2015

1808 – A família real portuguesa chega ao Brasil

        Após o descobrimento do Brasil, Portugal via sua colônia distante apenas como um lugar cheios de riquezas para serem exploradas, porém, com a chegada da ameaça vinda da França, a família real portuguesa se viu obrigada a fugir de seu país. Abandonando seus conterrâneos a seu próprio azar, em 1808, a família real portuguesa chega ao Brasil e instala residência, mudando do dia para a noite a rotina dos moradores do país, e virando o Brasil de cabeça para baixo.

        Sem aviso prévio, assim como em 1500, em 21 de janeiro de 1808 avistam-se navios se aproximando da costa de Salvador. A primeira reação dos moradores foi o pânico de um novo ataque, mas quando perceberam que os navios eram portugueses e carregavam os membros da família real, um novo pânico tomou conta dos moradores, pois nada havia sido feito para receber o rei e sua corte. Salvador possuía na época várias residências, algumas construções importantes, mas não abrigava uma casa digna de receber Dom João e sua comitiva. Os portugueses foram instalados nas casas das pessoas mais afortunadas da cidade, que cederam suas casas voluntária ou involuntariamente.

        Dom João fugiu de Portugal e deixou suas riquezas para trás, precisando reiniciar a vida da corte na colônia, o rei iniciou uma série de benfeitorias e construções. Para financiar as mudanças, o rei distribuía títulos de nobreza a todo cidadão que quisesse contribuir. Entre outras mudanças, Dom João percebeu que o país não poderia sobreviver exportando apenas para Portugal, pois não havia ninguém para comprar em Portugal, assim decretou a abertura dos portos brasileiros, iniciando a exportação para outros países.

        A vinda da corte real proporcionou uma mudança na vida da cidade, trazendo novas pessoas e novas profissões. Após a chegada de Dom João, viu-se a necessidade de iniciar uma faculdade na cidade de Salvador. Assim surgiu a Faculdade de Medicina, em um prédio construído pelos jesuítas em 1543 e contando com seu acervo bibliográfico. A Faculdade possuía professores portugueses e os alunos precisavam defender suas teses em países europeus, como Inglaterra e Itália.

        Com o desenvolvimento do pensamento intelectual, vieram também as ideias novas vindas do velho continente. A literatura francesa influenciou muitas pessoas a apoiarem a Revolução Francesa. Em 1798 foi planejada uma revolução no Brasil, que visava o fim da monarquia. A revolução foi silenciada e seus participantes foram mortos na forca por crime de traição.

        Após um mês em Salvador, Dom João e a corte foram para o Rio de Janeiro. A cidade recebeu a notícia em 14 de janeiro e os portugueses chegaram em 26 de fevereiro, mas mesmo com tempo para se preparar, a cidade não possuía estruturas e condições físicas para receber a corte de Dom João. Para garantir a moradia dos portugueses, foi decretada uma ordem de despejo, “convidando” os moradores a se retirarem de suas casas para que a corte pudesse habitá-las. As casas escolhidas possuíam um carimbo “P.R.” que significava “Príncipe Regente”, mas com o tempo foi carinhosamente apelidado de “Ponha-se na Rua”.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.8 Kb)   pdf (114.3 Kb)   docx (18.2 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com