TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Análise das Demonstrações Financeiras - Lojas Americanas

Por:   •  9/8/2017  •  Seminário  •  6.143 Palavras (25 Páginas)  •  860 Visualizações

Página 1 de 25

INTRODUÇÃO

Lojas Americanas  é uma empresa brasileira do segmento de varejo fundada em 1929 na cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, pelo austríaco Max Landesmann e pelos norte-americanos John Lee, Glen Matson, James Marshall e Batson Borger. A empresa conta com mais de 1.320 estabelecimentos de vendas em todo o Brasil. É a quarta maior empresa varejista do país, segundo ranking do Instituto Brasileiro de Executivos de Varejo e Mercado de Consumo - Ibevar de 2015.

Algumas características das lojas americanas:

  • Possui mais de 1.300 lojas
  • Conta com mais de 60 mil itens para revenda
  • Faz transações com mais de 2.000 mil fornecedores
  • São atendidos diariamente mais de 2 milhões de clientes
  • E está presente em mais de 430 cidades Brasil a fora.

Diante breve descrição e em posse do balanço patrimonial e demonstração do resultado do exercício dos anos de 2014 e 2015 proceder-se-á análise dos índices de liquidez, endividamento, rentabilidade, atividade e solvência de Kanitz bem como será feita uma análise da situação econômica financeira da loja em questão.

ÍNDICES DE LIQUIDEZ

O objetivo geral desse índice é avaliar a situação financeira da empresa, medindo, em geral, a capacidade de a empresa pagar suas dívidas a curto ou longo prazos, utilizando recursos aplicados no ativo.

Os índices de liquidez mais conhecidos e que serão utilizados no presente trabalho são os seguintes:

  • Liquidez Corrente
  • Liquidez Seca
  • Liquidez Imediata
  • Liquidez Geral

LIQUIDEZ CORRENTE

A seguir tem-se o cálculo da liquidez corrente para os anos de 2014, 2015 e 2016 bem como a comparação do referido resultado com o padrão para o setor e posteriormente ao cálculo se tem o comentário para o índice em questão.

2014:                                                                          
[pic 2][pic 1]

[pic 3]

[pic 4]

2015:[pic 5]

[pic 6]

[pic 7]

[pic 8]

2016:[pic 9]

[pic 10]

[pic 11]

[pic 12]

Comparação com o padrão:

PADRÃO

1,09

1,21

1,40

                                                       

Para o ano de 2014 a liquidez corrente é de 1,66, em comparação com o índice padrão ela está em um nível bom.

Para o ano de 2015 a liquidez corrente é de 1,45, em comparação com o padrão ela também está classificada como boa.

Para o ano de 2016 a liquidez corrente é de 1,52, em comparação com o padrão ela está classificada como boa.

Sendo o índice um medidor da capacidade da empresa pagar suas dívidas em curto prazo utilizando os recursos constantes no ativo circulante, depreende-se da referida análise que para cada real de dívida a curto prazo a empresa dispõe de  R$: 1,66 em 2014, R$: 1,45 em 2015 e R$: 1,52 em 2016 de recursos  aplicados no ativo circulante.

Da análise dos referidos índices observa-se que a tendência é normalizar, visto que de 2014 para 2015 ele piorou, contudo, de 2015 a 2016 ele melhorou, levando a tal conclusão.

Liquidez Seca:

A seguir tem-se o cálculo da liquidez seca para os anos de 2014, 2015 e 2016 bem como a comparação do referido resultado com o padrão para o setor e posteriormente ao cálculo se tem o comentário para o índice em questão.

2014:                                                                          [pic 13]

[pic 14]

[pic 15]

[pic 16]

2015:[pic 17]

[pic 18]

[pic 19]

[pic 20]

2016:[pic 21]

[pic 22]

[pic 23]

[pic 24]

Comparação com o padrão:

PADRÃO

0.05

0,10

0,34

                                                       

Para o ano de 2014 a liquidez seca é de 1,21, em comparação com o índice padrão ela está situada em um nível mais que o dobro de bom.

Para o ano de 2015 a liquidez seca é de 1,01, em comparação com o índice padrão ela está classificada com um nível bom.

Para o ano de 2016 a liquidez seca é de 0,98, em comparação com o índice padrão está classificado como bom.

A liquidez seca como medidora da capacidade da empresa pagar suas dívidas a curto prazo utilizando os recursos aplicados no ativo circulante sem contar com os estoques, isso acontece em  virtude de certas empresas terem dificuldades para liquefazerem os seus, apresenta para os anos de 2014, 2015 e 2016 R$: 1,21, R$: 1,01 e R$: 0,98, respectivamente sem contar com seus estoques, para cada real de dívidas a curto prazo a empresa dispõe de citadas quantias de recursos aplicados no ativo circulante.

Da análise do índice calculado para os três anos anteriores depreende-se que a tendência do índice é piorar, pois de 2014 para 2015 ocorreu uma queda, assim como de 2015 para 2016, justificando a referida conclusão.

LIQUIDEZ IMEDIATA

A seguir tem-se o cálculo da liquidez imediata para os anos de 2014, 2015 e 2016 bem com comentário acerca do referido.

2014:                                                                          [pic 25]

[pic 26]

[pic 27]

[pic 28]

2015:[pic 29]

[pic 30]

[pic 31]

[pic 32]

2016:[pic 33]

[pic 34]

...

Baixar como (para membros premium)  txt (27.2 Kb)   pdf (289.4 Kb)   docx (79.5 Kb)  
Continuar por mais 24 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com