TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

OS PRÓS E CONTRAS DO TRABALHO AUTÔNOMO, DOMÉSTICO, RURAL, ESTAGIÁRIO E SERVIDOR PÚBLICO

Por:   •  23/3/2020  •  Resenha  •  2.006 Palavras (9 Páginas)  •  55 Visualizações

Página 1 de 9

CENTRO UNIVERSITÁRIO DO PLANALTO DE ARAXÁ

CURSO DE ADMINISTRAÇÃO DE EMPRESAS

Ana Luiza de Castro Ribeiro

OS PRÓS E CONTRAS DO TRABALHO AUTÔNOMO, DOMÉSTICO, RURAL, ESTAGIÁRIO E SERVIDOR PÚBLICO.

ARAXÁ

2020

SUMÁRIO

Trabalho Autônomo ---------------------------------------------------------------3

Trabalho Doméstico ---------------------------------------------------------------4

Trabalho Rural ----------------------------------------------------------------------5

Trabalho Estagiário ----------------------------------------------------------------6

Trabalho Servidor Público --------------------------------------------------------7

Referências Bibliográficas --------------------------------------------------------9

TRABALHO AUTÔNOMO:

                        Trabalhador autônomo qualifica-se como a forma mais legítima de empreendedorismo.

         Há inúmeras vantagens nesta modalidade de trabalho, a primeira é que, não há subordinação em relação do autônomo em relação a seus clientes, o que torna seu trabalho livre do ponto de vista das diretrizes a serem realizadas em favor de seus contratantes, cabendo a estes, em hipóteses raras, sugerirem apenas as diretrizes básicas do trabalho do autônomo. Ou seja, a forma de execução do objeto do contrato nesta modalidade, é gerida pelo autônomo.

Outra vantagem do trabalho autônomo é não se submeter a uma carga horária de trabalho, o popular “horário de entrada e de saída”, o que lhe permitirá organizar seus horários por si só, sem a interferência de um empregador. Tal característica lhe permitirá uma melhor qualidade de vida em termos de lazer, família, amigos, etc...

Um terceiro pró em relação ao trabalho autônomo, é não receber ordens de um superior hierárquica. Porém, deverá o autônomo manter a disciplina e responsabilidade de seu trabalho, sem precisar de tê-las “traçadas” por um superior. Outro elemento vantajoso para o autônomo é que a carga tributária menos onerosa. que lhe é imposta pelo fisco.

Quanto aos contras dessa modalidade de trabalho, assinala-se que, o autônomo, por razões evidentes, não terá sua carteira assinada e muito menos direitos a nenhuma das verbas trabalhistas contratuais e rescisórias. Também o autônomo não fará jus, aos benefícios concedidos para os empregados de uma empresa (ex.: plano de saúde, diárias, gratificações, etc...)

Dentro do contexto brasileiro, o autônomo deverá ser um excelente gestor de sua prestação de serviços, em especial, levando-se em conta a vulnerabilidade da nossa economia. O autônomo não possui renda fixa e se não souber gerir, adequadamente, o sinônimo receita-despesa - num país em frequente crise financeira como o nosso - está caminhando para seu insucesso, já que ele, sozinho, assume todo o risco de seu negócio.

O que pode ser melhorado em relação à modalidade autônoma de trabalho, deve partir do próprio autônomo, partindo-se da premissa que seus encargos  tributários são ligeiramente menores que outras modalidades de trabalho, deverá saber gerenciar sua atividade com ética, bom conhecimento de mercado, de marketing, etc... O próprio autônomo é quem deve melhorar sua forma de agir frente a seu cliente e a seus concorrentes para possa conseguir manter-se em atividade.

                        

TRABALHADO DOMÉSTICO:

                        

                        Nesta modalidade de trabalho - em comparação com a autônoma diarista - há um grande número de vantagens do ponto de vista dos seus direitos constitucionais e celetistas. (CLT)

A primeira ser elencada é a carga horária semanal limite de 44 horas. Há também previsão de pagamento de adicional de 50% sobre o valor da hora trabalhada, caso haja aumento da carga horária legalmente estipulada. A hora noturna do empregado doméstico (compreendido entre as 22 h e às 5 h da manhã) deve ser remunerada com o acréscimo mínimo de 20% sobre o valor da hora de 52 minutos e 30 segundos. Também o intervalo para almoço e refeição lhe é assegurado. O descanso semanal remunerado é também uma garantia, sendo de 24 h, preferencialmente aos domingos. Férias e décimo terceiro são legalmente previstos. O recolhimento previdenciário obrigatório, garantirá os eventuais: auxílio doença, licença maternidade e a condição de aposentadoria da doméstica. Por fim, um dos prós mais importantes da modalidade de contrato de trabalho de doméstico é quanto ao FGTS. Legalmente, houve a obrigatoriedade da garantia do recolhimento, o que possibilitará à doméstica o recebimento das parcelas do seguro-desemprego.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (12.9 Kb)   pdf (89.7 Kb)   docx (13.7 Kb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com