TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

TEMPOS MODERNOS – CHARLIE CHAPLIN

Por:   •  13/5/2018  •  Pesquisas Acadêmicas  •  481 Palavras (2 Páginas)  •  205 Visualizações

Página 1 de 2

[pic 1][pic 2]

“TEMPOS MODERNOS” – CHARLIE CHAPLIN

Isabela M. Peres

RA: 111810400

Prof º Cabreira

        

Presidente Prudente - SP 2018

O filme "Tempos Modernos" mostra a relação do empregado frente ás mudanças da Revolução Industrial, no século XX, com a criação das máquinas. Logo no começo do filme percebemos o quanto o trabalho torna-se alienado. Com isso revela que as Teorias da Administração são presentes, sendo como principal o taylorismo.

O filme começa mostrando Carlitos (personagem de Chaplin) ,que trabalha como um operário de uma fábrica de linha de montagem. O processo repetitivo do movimento de apertar os parafusos das peças com uma chave de rosca faz com que o personagem fique estressado e passe a repetir aquele movimento o tempo todo.

Na cena da fábrica, percebemos a crítica que Chaplin faz em relação ao tempo. O homem se torna escravo do relógio, assim tendo o tempo exato de trabalho, para as pausas, que, aliás, são reduzidas e com isso cada vez mais aumenta-se o ritmo de produção, tanto é que tentaram utilizar uma invenção nova na qual permitiria que o empregado pudesse comer e trabalhar ao mesmo tempo para poupar tempo e aumentar a produção.

Por consequência disso Carlitos acaba acarretando graves problemas físicos e mentais, e com isso vai parar em uma clínica de reabilitação. Ao sair de lá, encontra uma total situação de desemprego, e sendo como motivo a quebra de bolsa ocorrida em 1929. De volta para a rua, ele acaba sendo confundido com um líder comunista e é preso. Chaplin se volta para o socialismo ao invés do capitalismo. Mesmo sendo acusado de ser um comunista, Chaplin não de considera um comunista, alega apenas ser um humanista.

No momento em que ele está na prisão e é solto, Carlitos diz ao delegado que prefere continuar na prisão. É como se ele se sentisse mais livre na prisão, do que no mundo lá fora. Mas ele deve seguir as regras do sistema, e acaba saindo da prisão. Ao sair conhece uma órfã, e é ai que a critica se volta para o modo de vida burguês, com a idéia de família, com o homem provedor, que trabalha para sustentar a esposa e seus filhos.

Ao final do filme, Carlitos tenta trabalhar como garçom, mais uma vez se integra ao modo de vida capitalista. Mas ele diferente da órfã, acaba não se adaptando a “vida moderna”. Concluindo o filme percebemos o quanto a indústria era diferente de nossos dias atuais. Antigamente o trabalho era tudo manual e geralmente repetitivo, o produto era de qualidade e a produção era mais lenta. Hoje vemos que nas indústrias o serviço não é tão pesado pois as maquinas produz sozinhas, e com isso aumentando a produção e com certeza mais lucro do que quando o trabalho era manual, mas nem sempre o produto comparado com o que se produzia manual é de boa qualidade.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.9 Kb)   pdf (175.1 Kb)   docx (29.5 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com