TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A história da empresa Souza Cruz

Por:   •  23/4/2013  •  Trabalho acadêmico  •  2.881 Palavras (12 Páginas)  •  631 Visualizações

Página 1 de 12

UNIVERSIDADE ANHANGUERA – UNIDERP

Centro de Educação a Distância

ADMINISTRAÇÃO

Professora Ma. Renata M. G. Dalpiaz

ECONOMIA

SETEMBRO / 2012

JUNDIAÍ

A empresa escolhida para a confecção de nossa ATPS é a Souza Cruz uma produtora de cigarros brasileira, subsidiária da British American Tobacco. Foi fundada por Albino Sousa Cruz em abril de 1903 no Rio de Janeiro, dando origem a um dos cinco maiores grupos empresarial do Brasil que detêm a liderança no mercado nacional há mais de 50 anos. As marcas de seus cigarros são vendidas em mais 180 países do mundo. A empresa conta com mais de seis mil funcionários e chega a empregar nove mil pessoas no período de compra e beneficiamento de fumo. Possui duas fábricas no país (Cachoeirinha no Rio Grande do Sul e Uberlândia em Minas Gerais), e quatro usinas de processamento (Santa Cruz do Sul, Blumenau, Rio Negro e Patos).

Quem são os consumidores, quanto ganham e quanto gastam da sua renda na compra do produto.

A principal diferença entre a Souza Cruz e outras empresas do varejo está na fidelidade do público. Quando o consumidor tem uma marca de cigarros de sua preferência dificilmente ela será trocada por outra. Além de ser um produto de consumo diário, uma marca do cigarro está associada ao estilo e comportamento do consumidor.

De acordo com Rodrigo de Pádua, Gerente de Comunicação para o Varejo da Souza Cruz, o índice de lealdade dos consumidores de cigarros chega a 50%. “O melhor modelo para atingir o nosso consumidor sem usar as mídias de massa é estar presente em diversos pontos de contato com o cliente em sua cidade”, conta.

Do total de fumantes que consomem produtos da Souza Cruz, 65% deles compram um maço de cigarros diariamente. Enquanto o restante - 35% - vai até o ponto-de-venda a cada dois dias. Este produto não é saudável, não traz benefícios físicos aos consumidores, pelo contrário, e mesmo assim tem seus consumidores leais que não deixaram de ir ao PDV por causa da falta de anúncios da TV. “Existem diversas mídias e hoje as tradicionais mídias de massa não são mais tão eficientes”, acredita Rodrigo de Pádua.

Para ter uma ideia do que significa o peso do cigarro no orçamento, é o dobro do que as famílias portalegrenses destinam para comprar arroz e feijão. O IBGE faz pesquisa do IPCA em 11 regiões. A Região Metropolitana de Porto Alegre é onde o cigarro tem o maior peso na pesquisa de inflação para o consumidor. Chega a ser mais do que o dobro de outros locais. Pesa-se mais na metodologia do levantamento é porque também representa mais no orçamento das famílias. Aqui são 1,05. A média do Brasil é 0,77.

Já conforme a o IEPE, da UFRGS, o consumo médio é de mais de oito maços por mês. Somam um gasto médio de quase R$ 32. No cálculo mensal feito de um cesto com mais de 50 produtos básicos, é o terceiro maior gasto. Fica atrás apenas da carne bovina e de frango.

Histórico da evolução de mercado consumidor e quais os motivos responsáveis por essa evolução?

Com base nas informações adquiridas com estudos de comportamento e perfil, a Souza Cruz lança produtos customizados, assim como empresas do segmento de alimentação, que divulgam novas fórmulas de seus produtos em versão Light ou Diet. Com esta estratégia, a companhia faz com que o consumidor tenha a sensação de pertencer a alguma comunidade, gerando bem-estar individual e coletivo.

Ao direcionar a comunicação ao varejo, a Souza Cruz criou também uma forma para atender de forma diferenciada os pontos-de-venda com mais volume de venda, visibilidade e relevância para a empresa e o consumidor. A empresa criou parceria com PDVs estratégicos, o que passa a ser um negócio entre empresas. “Fazemos diferentes entregas para as bases de varejo diferenciadas”, explica o executivo.

Oferecer o produto certo para um determinado canal de venda é uma das metas não só da Souza Cruz, mas também de empresas de diversos setores. Com a criação de filtros para avaliar o que a empresa pode ou deve oferecer ao público de cada região fica mais fácil encontrar uma solução. Partindo do perfil de compra do consumidor, da localização e da atividade comercial de cada ponto-de-venda, a Souza Cruz avalia também a complexidade do negócio. “Saberemos se estamos diante de redes globais, locais ou varejos independentes a partir de pesquisas”.

Empresas Participantes desse mercado

...

Baixar como (para membros premium)  txt (21.9 Kb)  
Continuar por mais 11 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com