TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Blockchain e Criptomoedas - Uma revolução monetária

Por:   •  6/3/2018  •  Artigo  •  919 Palavras (4 Páginas)  •  108 Visualizações

Página 1 de 4

Blockchain e criptomoedas

Uma revolução monetária

Uma breve explicação sobre o dinheiro

“O conceito de moeda não é algo novo”. Assim que começamos a viver em sociedades mais complexas, distribuindo funções para cada indivíduo, passamos a realizar trocas. Enquanto um fica responsável pela plantação de madeira e o outro colhe trigo ou cria animais, nasceu a necessidade de um marcador de valor, pois começou a ficar impossível avaliar quanto cada produto, bens ou serviço vale. A humanidade deu um passo enorme quando resolveu usar um produto com valor intrínseco, como o trigo, cacau, ou qualquer outro que valha algo para aquela sociedade como um tipo de recompensa, se você realiza um trabalho recebe um salário em troca. Com o passar do tempo, essa troca ficou cada vez mais abstrata, surgiram as moedas de prata ou de ouro que eram cunhadas pelo rei ou alguma autoridade da região. Com isso pessoas que não se conheciam poderiam fazer essa troca, pois mesmo que elas não confiassem umas nas outras, haviam pessoas que confiavam o suficientemente nas moedas para aceita-las como forma de pagamento e trocar por outros produtos. Surge então o dinheiro, que nada mais é que uma ideia do que um bem com valor, se jogássemos fora todas as notas do mundo, estaríamos somente desperdiçando papel, o valor desse amontoado de papel está justamente na promessa de troca que ele oferece. Abstraímos ainda mais essa ideia hoje em dia, e estamos deixando de trocar notas em papel para passar a realizar trocas através da informação digital, mas há um problema com esse tipo de troca, o gasto duplo, diferente das moedas físicas em que eu só posso usar uma única vez, com o dinheiro digital poderíamos oferecer crédito para mais de uma pessoa, e é por isso que quando compramos algo com o cartão de crédito por exemplo, precisamos de um banco, operadora de cartão e outros intermediários para garantir que tenhamos saldo e que ele seja gasto só num determinado produto de uma determinada loja. Precisamos de uma autoridade central como bancos ou governos para que essa transação seja autenticada. Mas com a criação de Satoshi Nakamoto, a blockchain, o modo como realizamos transações está para mudar.

O que é uma blockchain

Nakamoto fez um sistema em rede que funciona como uma carteira digital, com a função de guardar e encriptar cada transação, contendo data, valores e de quem para quem foram feitas as trocas. A bitcoin foi a primeira criptomoeda utilizada nessa rede chamada blockchain. Com um potencial incrível, em menos de 10 anos ela passou de alguns centavos de reais para mais de espetaculares quarenta mil reais. Satoshi não só criou uma moeda como resolveu o problema do controle de gasto duplo, sem precisar de um intermediário e de maneira descentralizada.

Como funciona:

 É preciso criptografar todas as transações em todos os computadores, os chamados nós, ligados nessa rede, se eu quiser mandar uma bitcoin para outra pessoa, uso duas chaves para encriptar esse envio, uma pública, para identificar a minha carteira e uma privada para assinar essa transação.  A função da chave pública é mostrar que uma determinada carteira existe e todas as transações que ela já participou, porém só posso tirar uma bitcoin dessa carteira com a chave privada, juntas elas encriptam as negociações em um bloco de texto chamado Hash e é enviada para todos os nós, responsáveis pelos cálculos matemáticos que garantem que a sua bitcoin foi usada somente uma vez. Pelo menos seis desses nós precisam conferir e validar as transações, se válida ela é colocada na blockchain e enviadas para todos os computadores participantes da rede.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.7 Kb)   pdf (36.3 Kb)   docx (12.3 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com