TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Estrutura de Capital

Tese: Estrutura de Capital. Pesquise 793.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  25/9/2013  •  Tese  •  691 Palavras (3 Páginas)  •  456 Visualizações

Página 1 de 3

Estrutura de Capital

• Participação de Capitais de Terceiros (Endividamento)

2010 2009

58,07% 55,42%

Sabemos que o índice de Participação do Capital de Terceiros (PCT) nos indica quanto o capital de terceiros representa sobre o capital próprio investido no negócio (composição do Ativo). E ao analisarmos o balanço da Natura constatamos que desde 2009 a organização vem utilizando mais de 50% de capitais de terceiros, comparado ao seu capital próprio, e vem gradualmente aumentando, significando que o índice de endividamento da empresa está razoavelmente alto, e isto pode desvalorizar o seu balanço patrimonial analisado para fins financeiros, como por exemplo, novos fornecedores e empréstimos com instituições financeiras. Por outro lado, se este capital for bem utilizado pode trazer lucros e benefícios, pois se os juros pagos por esse capital for menor que os juros recebidos e o prazo de pagamento forem maiores que o de recebimento, essa empresa consegue obter lucro somente com o investimento do Capital de terceiros. Se o capital de terceiros não for utilizado para gerar lucros, indicamos para a organização aumentar o seu faturamento e manter estável suas despesas para que este endividamento possa diminuir e a empresa possa trabalhar com seu próprio capital.

• Composição do Endividamento

2010 2009

36,95% 81,32%

A Composição de Endividamento (CE) nos indica quanto do capital de terceiros está alocado em compromissos de curto prazo. E em 2009 a empresa estava com índices bem elevados, pois o grau de endividamento em curto prazo estava muito alto, correndo o risco de não conseguir recursos para saldá-las. Já em 2010 o percentual diminuiu e isto significa que houve um reloca mento das dívidas para longo prazo, deixando um bom período para a empresa conseguir recursos e pagar suas obrigações sem ter que recorrer a terceiros. Como houve lucro nos dois períodos não podemos disser que a empresa estava trabalhar de maneira erronia, pode ter ocorrido à situação em que as obrigações em curto prazo sejam bem mais lucrativas do que em longo prazo. Então mediante estes resultados percebemos que a empresa se organiza de maneira correta gerando bons resultados, portando indicamos que a mesma continue assim.

• Imobilização do Patrimônio Líquido

2010 2009

54,12% 50,45%

Os Indicadores de Imobilização objetivam mostrar o grau de recursos da empresa que está investido em ativo permanente. E a Natura em 2009 e 2010 vem investindo mais da metade no seu patrimônio em ativos permanentes, isso significa que ela trabalha hoje com uma margem de 50% para capital de giro, explicando então seu endividamento com terceiros. Seria interessante para a empresa que diminuísse seu ativo permanente para conseguir trabalhar com um índice maior de giro, para novos investimentos e não depender tanto de terceiros para comprar e vender, mas deixamos claro que a empresa esta obtendo resultados favoráveis, e demonstrando que seus índices estão equilibrados e suficientes.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com