TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

MODELO DE CONDUTIVIDADE ESTRUTURAL

Por:   •  3/11/2014  •  Projeto de pesquisa  •  312 Palavras (2 Páginas)  •  112 Visualizações

Página 1 de 2

1 INTRODUÇÃO

O aparecimento dos primeiros supermercados do Rio Grande do Sul data da década de 50. Desde então os supermercados cresceram muito e fazem parte da maioria da vida da maioria dos Gaúchos. De acordo com a Associação Gaúcha de Supermercados (AGAS), o setor de supermercados do estado teve um faturamento bruto superior a R$ 16 bilhões no ano de 2012, o que o fez responsável por mais de 62 mil empregos diretos no ano de 2013 (AGAS).

A importante participação do setor na economia gaúcha justifica uma preocupação com a forma com que se estrutura. Por isso, o presente trabalho se destina a avaliar a concentração do setor de supermercados do Rio Grande do Sul no período de 1994 até 2005. Esta avaliação far-se-à explorando o paradigma Estrutura-Conduta-Desempenho (E-C-D) e conceitos dele decorrentes e fatores que com ele interagem. Mostraremos também o calculo da concentração de mercado, utilizando-se o Índice de Concentração (Ck), e determinar a estrutura de mercado do setor tendo como principal objetivo a consolidação das disciplinas aprendidas durante o semestre.

2 DESENVOLVIMENTO

Neste capitulo será abordado, de forma resumida, o referencial teórico utilizado para as análises no decorrer do trabalho. Primeiramente será estudado o modelo estrutura-conduta-desempenho, que analisa a inserção das empresas em um mercado específico. Posteriormente serão apresentadas as principais estruturas de mercado, sendo elas: a concorrência perfeita, o monopólio, a concorrência monopolística e o oligopólio.

2.1 MODELO ESTRUTURA-CONDUTA-DESEMPENHO

Através da abordagem conhecida como Estrutura-Conduta-Desempenho, o objetivo é que a organização industrial consiga determinar o desempenho das empresas a partir de uma análise da estrutura de mercado, bem como da conduta adotada pelas firmas iseridas nessa estrutura.

Simões (2006) define estrutura de mercado como o conjunto de características existentes que determinam as relações entre compradores e vendedores, tanto os já estabelecidos como os potenciais. Assim, os agentes que constituem a estrutura são, tanto os que já estão presentes de alguma forma, quanto

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com