TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resenha The Corporation

Por:   •  31/8/2014  •  388 Palavras (2 Páginas)  •  607 Visualizações

Página 1 de 2

A Corporação

O documentário do escritor Joel Bakan e dos cineastas Mark Achbar e Jennifer Abbott, retrata o comportamento das corporações e seus efeitos globais.

As corporações americanas se sentem no direito de agirem como indivíduos, resguardadas pelos efeitos da Emenda 14ª, da Constituição dos EUA, onde obriga o estado a dar tratamento igual às corporações como sendo indivíduos, quando na verdade, corporações nada mais são do que conglomerado de negócios cujo objetivo principal é o lucro acima de qualquer interesse.

O documentário The Corporation, mostra através de entrevistas com personalidades importantes como artistas, jornalistas, acadêmicos executivos e até mesmo espiões infiltrados, como é o comportamento das corporações em busca da maximização do lucro muitas vezes não dando a menor importância de seus impactos provocados no meio ambiente.

Numa radiografia de diagnóstico psicológico, o documentário mostra com bastante propriedade, a total ausência de preocupação das grande companhias com o futuro do planeta e seus indivíduos., como é o caso por exemplo da indústria de pneus, que pouco se importam com destino dos pneus quando inutilizados, da indústria de automóveis, que fabrica o veículo e deixa que o Estado se encarregue de construir as estradas, a Monsanto, que apesar de sua importância na fabricação de defensivos agrícolas e outros bens de consumo, também deixa uma imagem pouco positiva, quando na busca da otimização da lucratividade, coloca no mercado um produto para aumentar a produção de leite das vacas, que no entanto causam mau irreparáveis a sociedade.

Não seria de bom tom, afirmar que as corporações causam somente danos a planeta, afinal, muitas companhias dão contribuições de grande valia ao bem estar da humanidade, no entanto, muitas vezes por se sentirem ausente de responsabilidades, muitas corporações não se importam com danos políticos, sociais, culturais e principalmente ambientais.

A tempos atrás, as corporações eram insignificantes hoje, são onipotentes e exercem predomínio no cenário mundial, com interferências na política, cultura e economia das nações e disso, resulta em impacto muitas vezes desastrosos principalmente para os países cuja população é composta em sua maioria de pobres.

O lado positivo da existência das corporações, é possibilitar a geração de renda, o crescimento econômico, incentivo as pesquisas e a integração global dos mercados, ocorre que, se vangloriando desse pretexto, muitas companhias esquecem-se da sustentabilidade, do meio ambiente, da preservação das fontes naturais, enfim da vida.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.6 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com