TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Elaboração De Um Quadro síntese A Partir Da Legislação Educacional, Mostrando Uma Reflexão E Análise Das Diferentes Modalidades De Educação Relacionando-as Aos níveis De Ensino Previstos Na Legislação. Lembrem-se Que é Muito Importante Que Co

Trabalho Universitário: Elaboração De Um Quadro síntese A Partir Da Legislação Educacional, Mostrando Uma Reflexão E Análise Das Diferentes Modalidades De Educação Relacionando-as Aos níveis De Ensino Previstos Na Legislação. Lembrem-se Que é Muito Importante Que Co. Pesquise 793.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  28/8/2014  •  393 Palavras (2 Páginas)  •  6.134 Visualizações

Página 1 de 2

Pedofilia

Em minha opinião em relação ao texto e ao que leio e vejo : televisão, escola e entre conversa com familiares quem abusa sexualmente de uma criança, segundo eles, é quem está próximo da criança, capaz de estabelecer um vínculo de confiança.

A maioria dos abusadores é do sexo masculino, mas também há mulheres que cometem este tipo de crime. O que é mais raro, porém existe raro não é o fato, mas poucos tornam públicos.

Somente um indivíduo acometido por algum tipo de doença mental grave, o que não é o caso da pedofilia, pode vir a ser considerado juridicamente inimputável. Pois somente quem sente atração por menores cometem este tipo de crime.

A maioria não denunciam por se sentir constrangida ex: caso da Xuxa, quando demonstrou que o que aumenta o numero de crianças, não denunciam por estarem amedrontadas.

Mas hoje como o caso é mais divulgado vejo nos jornais por ex: caso em que a própria mãe sabe e não denuncia ou avós, deixando assim os menores a mercê de padrasto, namorado de avós etc, estes são os casos mais comuns da minha região.

Mas teve um caso que me chamou atenção quando meninas denunciaram que a própria mãe as “vendiam”, para senhores idosos desde quando tinham oito nos de idade, aos dezesseis anos resolveu contar a policia, sendo que tinha ainda outra menor na mesma situação e a mãe nega a afirmação das filhas.

Vejamos:

Mulher ‘alugava’ filhas de 8 e 16 anos para idosos tarados

“A DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) indiciou, em junho de 2013, uma moradora do Paulista por “alugar” as próprias filhas para uma dupla de idosos molestadores. A polícia soube do crime através do depoimento de uma das jovens , a de 16 anos. Segundo a garota, ela era deixada pela mãe na casa dos clientes, nas proximidades da Vila Aparecida, onde era abusada sexualmente em troca de pequenas quantias em dinheiro, repassadas integralmente para a matriarca. Os abusos teriam começado quando ela ainda tinha 8 anos. Após 8 anos, ela decidiu fugir de casa e fez a denúncia. Outra menina de 9 anos também era “alugada” pela mãe, que teria problemas com alcoolismo.” (fonte comercio da Franca)

Assim acredito que sempre temos que ter alguém da família ou professores e pedir socorro quando precisarmos ou se souber de alguém nesta situação, pois quem cala colabora com o criminoso.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com