TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Escrever Bem

Por:   •  9/9/2014  •  844 Palavras (4 Páginas)  •  193 Visualizações

Página 1 de 4

Ao narrar um fato, uma história, um texto, o leitor estará entrando em um contexto e para a melhor compreensão se faz necessária uma escrita onde coesão e coerência esteja aliada. Tomando os devidos cuidados com os vícios de linguagem e está atenta a nova regra ortográfica. Assim o leitor estará harmonizado com as informações nele escrita.

Ligar um texto a todos os traços e estruturas gramaticais não é tão simples, pois a elaboração passa por um rígido controle onde a harmonia dos elementos, onde um parágrafo e outro,introdução e desenvolvimento assumem um controle fiel dos fatos narrados desde que se entenda bem o significado de coesão e coerência.

No dia-a-dia são inúmeras as maneiras de se comunicar com o mundo inteiro pela capacidade de informações globalizadas disponíveis. Mas escrever e falar bem não são tarefas fáceis, escrever e expressar corretamente está acessível a qualquer pessoa. Não se trata de escrever textos complexos, usar termos técnicos, coisas de difícil entendimento, trata-se de algo simples e claro, fazendo o leitor entender o que se quis dizer.

Escrever bem não é saber como usar bem a tecnologia e sim a forma, o conteúdo e a linguagem que iremos os utilizar. Considerar que o texto esteja dentro das regras gramaticais e se preocupar em obedecer às mesmas, usar a clareza, objetividade e precisão, cuidar para não usar termos com ambiguidade e evitar palavras complicadas.

A cada grupo de receptores há um gênero textual, e entre os vários tipos existentes pode- se citar cinco tipos de gêneros que são a narração, descritivo, argumentativo, injusto e o expositivo.

• Narração: texto onde está presente o tempo e espaço do fato sendo ele real ou imaginário. Ex.: Contos de fada

• Descritivo: ação de descrever algo ou alguém sendo considerado o ato de narrar. Ex.: Relatórios

• Argumentativo: está presente o ponto de vista de quem produziu o texto. Ex.: uma dissertação argumentando sobre “O desastre no sistema carcerário em São Paulo”

• Injusto: texto que indica procedimentos a serem realizados. Ex.: manuais de instrução

• Expositivo: ocorre em textos que se limitam a falar de um objeto ou fato específico. Ex.: um texto que fale da “Origem do celular”.

Em nossos dias atuais, de acordo com as diretrizes do MEC (Ministério da Educação e Cultura), as escolas devem trabalhar de maneira enfática estimulando a criança desde a pré-escola o hábito ou cultura de ler.

E com essa nova metodologia as crianças, os adolescentes, os jovens já estão adquirindo esta “cultura” ou “hábito” que é de grande importância em sua vida não somente no período escolar, porém uma cultura um alicerce para toda a vida do cidadão.

É relevante estar atento ao escrever um texto a que tipo de destinatário irá receber de maneira a compreendê-lo. Escrever bem vai além da vida escolar, é transmitir ideias e conhecimentos adquiridos. É uma atividade conquistada ao longo dos anos em todos os meios sociais. É saber expressar as ideias de forma clara e convincente, uma boa redação revela a capacidade de raciocínio e esforço pessoal mesmo para aqueles que têm mais facilidades.

Nos dias em que vivemos há uma sociedade que exige o domínio da língua escrita, pois a carreira profissional necessita desta capacidade. Saber bem o

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.4 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com