TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Pesquisa Sociológica E Metodologia Científica

Artigo: Pesquisa Sociológica E Metodologia Científica. Pesquise 804.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  14/10/2013  •  625 Palavras (3 Páginas)  •  396 Visualizações

Página 1 de 3

Como citar

Formatos Bibliográficos

Gerenciadores de referências

 Formato Documento Eletrônico (ISO)

MARTINS, Heloisa Helena T. de Souza. Metodologia qualitativa de pesquisa. Educ. Pesqui. [online]. 2004, vol. 30, no. 2 [citado 2007-08-03], pp. 289-300. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022004000200007&lng=pt&nrm=iso>. ISSN 1517-9702.

 Formato Documento Eletrônico (ABNT)

MARTINS, Heloisa Helena T. de Souza. Metodologia qualitativa de pesquisa. Educ. Pesqui. , São Paulo, v. 30, n. 2, 2004 . Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1517-97022004000200007&lng=pt&nrm=iso>. Acesso em: 03 Ago 2007.

Educação e Pesquisa

ISSN 1517-9702 versão impressa

Educ. Pesqui. v.30 n.2 São Paulo maio/ago. 2004

EM FOCO: PESQUISA SOCIOLÓGICA E METODOLOGIA QUALITATIVA

Metodologia qualitativa de pesquisa

Qualitative research methodology

Heloisa Helena T. de Souza Martins

Universidade de São Paulo

Endereço para correspondência

________________________________________

RESUMO

Este artigo apresenta reflexões sobre o que significa fazer ciência no âmbito dos métodos e técnicas qualitativos da sociologia. Tem como pressupostos uma compreensão de metodologia como o conhecimento crítico dos caminhos do processo científico, que indaga e questiona acerca de seus limites e possibilidades; e o reconhecimento de que todo conhecimento sociológico tem, como fundamento, um compromisso com valores. A pesquisa qualitativa é definida como aquela que privilegia a análise de microprocessos, através do estudo das ações sociais individuais e grupais, realizando um exame intensivo dos dados, e caracterizada pela heterodoxia no momento da análise. Enfatiza-se a necessidade do exercício da intuição e da imaginação pelo so-ciólogo, num tipo de trabalho artesanal, visto não só como condição para o aprofundamento da análise, mas também — o que é muito importante — para a liberdade do intelectual. Discutem-se as principais críticas feitas à pesquisa qualitativa, em especial as acusações de falta de representatividade e de possibilidades de generalização; de subjetividade, decorrente da proximidade entre pesquisador e pesquisados; e o caráter descritivo e narrativo de seus resultados. Neste contexto, reflete-se sobre os problemas éticos envolvidos nesse tipo de pesquisa, e retoma-se brevemente a história que culminou com o predomínio do enfoque quantitativo, especialmente na sociologia norte-americana do pós-guerra. Em conclusão,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4.5 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com