TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

A necessidade do Brasil em empreendedores

Por:   •  9/10/2013  •  Artigo  •  675 Palavras (3 Páginas)  •  215 Visualizações

Página 1 de 3

Tenho a certeza de que vamos revelar muitos talentos e empreendedores neste País que, além da língua portuguesa, tem muitas coisas em comum com o Brasil, como por exemplo, a Angola também tem péssimos políticos e muito potencial de crescimento em seu mercado interno, dentre outras similaridades, o que representa a geração de muitas oportunidades para a criação de novos negócios; basta pensar fora da caixa.Convencer uma águia que caiu acidentalmente num galinheiro quando filhote e que foi criada e vive como uma galinha, que ela na realidade pode viver numa outra realidade, voando, caçando e desfrutando de outro nível de liberdade é uma tarefa muito difícil. Isso porque ela própria duvida de sua identidade e acreditou mesmo que é uma galinácea, ainda que constatemente tenha que abrir mão de seus instintos de águia, porque esses foram lentamente sufocados pelo medo de sair do galinheiro em que sempre viveu.

Coragem para voar é a única saída; vencer a covardia é o requisito básico e assumir a sua identidade é a maior libertação que existe.

Quem é águia sentiu a mensagem agora...URGENTE! O BRASIL PRECISA DE MAIS EMPREENDEDORES.

(Se for chorar nos comentários não tenha preguiça de ler tudo)

Nos últimos anos, tornou-se uma febre a corrida para garantir uma vaguinha pra ser um empregado do Governo. Em meio a um forte desequilíbrio de suas contas públicas, o Governo não se acanha e continua contratando dezenas de milhares de novos empregados todos os anos, sem que percebamos uma melhoria na qualidade dos serviços que são oferecidos a população que continuam uma vergonha.

Numa pesquisa recente, ficou claro que o principal motivo que define o fato de que mais de 12 milhões de jovens todos os anos sonhem em se tornar um empregado do governo, não é pela sua vocação, ideologia ou patriotismo, mas sim pela famigerada ESTABILIDADE. Ou seja, a garantia que jamais serão mandados embora.

Isso não lhe parece muito pequeno para gente tão inteligente e determinada? Determinada porque com esta febre, para passar em um concurso público o sujeito precisa ser muito empreendedor, estudando com disciplina por muitas horas todos os dias, investindo na compra de livros cursos e em muitos casos, investindo em viagens para workshops e provas em outros Estados. Eles são verdadeiros empreendedores! Mas o que pra mim não faz sentido é que o prêmio vislumbrado por essas pessoas para todo este esforço não é a valorização de seu patrimônio, de sua marca ou produto, mas sim um simples salário pelo resto da vida...

Pense comigo, porque a equação é muito simples: muita gente capaz e inteligente, porém conservadora e com ambições diminuídas, dedicam horas todos os dias pra memorizar informações para fazer uma prova que lhes darão um salário garantido por toda vida, além de muito benefícios perversos para as contas públicas do País, quem é que vai pagar esta conta? O setor privado. Mas se cada vez mais pessoas trocam a sua ambição por uma vida mais acomodada, a longo prazo, qual será o futuro do Brasil? Simples, não haverá dinheiro para pagar toda essa turma, sem contar com os parasitas e corruptos que usam a máquina pública como cabide de empregos a quem eles devem favores.

Neste momento, nos EUA, mais de 800 mil funcionários públicos estão em casa sem ser remunerados. Depois da demissão de mais de 100 mil funcionários públicos na Grécia, no ápice de sua crise econômica no ano passado, este novo episódio americano, em pleno País mais rico do mundo, constatamos mais uma evidência de que a ESTABILIDADE não existe. Ao ser exposta a uma forte crise econômica ou política, as regras do jogo mudam num piscar de olhos.

O Brasil precisa de mais jovens ambiciosos que acreditam no seu potencial e que, acima de seus medos e incertezas, apostem em seus sonhos e metas de fazerem diferença no mundo. Geralmente, este perfil não suportaria ser empregado de chefes políticos corruptos, de ambientes onde a meritocracia obedece critérios políticos e não de produtividade, isso sem contar com outras metodologias impróprias para o horário. Este perfil sonha em ter o seu negócio próprio.

Cheers!

...

Baixar como  txt (4.1 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »