TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Alguns conceitos fundamentais: hereditariedade

Por:   •  18/9/2014  •  Artigo  •  1.483 Palavras (6 Páginas)  •  175 Visualizações

Página 1 de 6

Alguns Conceitos Fundamentais:

Hereditariedade

O indivíduo herda uma série de estruturas biológicas que predispõem ao surgimento de certas estruturas mentais. A inteligência nós não herdamos. Da interação organismo- ambiente resultarão determinadas estruturas cognitivas que vão funcionar de modo semelhante durante a vida do sujeito. Este modo de funcionamento que constitui para Piaget nossa herança biológica. Entre os estímulos sociais estão o comportamento, tarefas, conceitos, etc. que são ensinados pelas pessoas através dos processos que costumamos chamar de aprendizagem social.

Adaptação.

O ambiente físico e social coloca a criança diante de questões que rompem o estado de equilíbrio do organismo e procura comportamentos mais adaptativos. O ato de conhecer é prazeroso e gratificante tanto para a criança como para o adolescente e o adulto e se constitui numa força motivadora para seu próprio desenvolvimento. No processo global de adaptação estariam implicados os processos de assimilação e acomodação. Ao processo de modificação de estruturas antigas para solução de um novo problema de ajustamento a uma nova situação, Piaget denomina acomodação. O processo de adaptação intelectual é, pois um processo extremamente dinâmico e envolve a todo o momento tanto a assimilação como a acomodação, possibilitando um crescimento, um desenvolvimento pessoal, na medida em que o sujeito adquire uma competência e uma flexibilidade cada vez maiores para lidar com as situações da vida prática.

Esquema

No aspecto mental, poderíamos dizer que a nossa estrutura unitária básica é o esquema e que pode ser simples ( como por exemplo uma resposta específica a um estímulo – sugar o dedo quando este encosta nos lábios) ou complexo ( como o esquema que temos das pessoas: de nossa mãe por exemplo) ou ainda na maneira como solucionamos problemas matemáticos ou científicos. Os esquemas são unidades estruturais móveis que se modificam e adaptam enriquecendo com isso tanto o repertório comportamental como a vida mental do indivíduo. Os esquemas estão em contínuo desenvolvimento e se dá no sentido de permitir ao indivíduo uma adaptação mais complexa a uma realidade que é percebida por ele, de forma cada vez mais diferenciada e abrangente elaborando formas de comportamento e de pensamentos mais evoluídas.

Equilíbrio

Sabe que o organismo funciona de modo a atingir e a procurar manter um estado de equilíbrio interno que permita a sobrevivência num determinado ambiente. Em cada fase de desenvolvimento a criança consegue uma determinada organização mental ( equilíbrio) que será modificada a medida em que o indivíduo conseguir atingir novas formas de compreender a realidade e de atuar sobre ela. Podemos dizer que o desenvolvimento é um processo que busca atingir formas de equilíbrio cada vez melhores.

Características Gerais dos Principais Períodos de Desenvolvimento:

O desenvolvimento segundo Piaget é um processo de equilibrarão progressiva. O equilíbrio se refere a forma pela qual o indivíduo lida com a realidade na tentativa de compreendê-la, como organiza seus conhecimentos em sistemas integrados de ações ou crenças com a finalidade de adaptação.

Piaget observou que existem formas diferentes de interagir com o ambiente nas diversas faixas etárias que são chamadas de estágio ou período. A maturação é um dos processos básicos do processo de desenvolvimento e a grande maioria das crianças de uma dada cultura amadurece seus processos biológicos e psicológicos em faixas etárias aproximadas, as estruturas mentais e seus mecanismos funcionais acabam sendo comum a grande maioria das crianças de uma mesma idade cronológica.

Período Sensório-Motor (+ ou - 0-24 meses)

Representa a conquista, através da percepção e dos movimentos, de todo um universo prático que cerca a criança. Uma das funções da inteligência será portanto, nesta fase, a diferenciação entre os objetos externos e o próprio corpo. Ao final do período embora a criança permaneça egocêntrica, auto centralizada em seu entendimento da realidade, já terá realizado um crescimento no sentido de conhecimento e adaptação á realidade, embora permaneça bastante limitada em suas possibilidades intelectuais. Terá desenvolvido recursos pessoais para resolver uma série de situações através de uma inteligência explícita ou sensório-motora.

Período Pré- Operacional (+ ou - 2-7 anos)

Ao

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com