TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Alvenaria Estrutural

Por:   •  24/11/2013  •  1.696 Palavras (7 Páginas)  •  413 Visualizações

Página 1 de 7

Alvenaria estrutural com blocos

estruturais cerâmicos

Paulo de Tarso Cronemberger Mendes e Almir Amorim Andrade

Resumo

Este trabalho apresenta um histórico da evolução da alvenaria estrutural

no Piauí, abrangendo desde os primeiros trabalhos voltados

para a caracterização dos produtos de cerâmica vermelha, época

em que indústria cerâmica da região não se preocupava com a qualidade

dos seus produtos e as edificações eram executadas em alvenaria portante

com a utilização de blocos de furos horizontais circulares e retangulares,

até a situação atual de consolidação do uso do bloco estrutural cerâmico

nas edificações construídas em alvenaria estrutural.

1 Histórico

Em maio de 1990 foi firmado um convênio entre a Universidade

Federal do Piauí (UFPI), por intermédio do Centro de Tecnologia, e o

Sindicato da Indústria Cerâmica para Construção do Estado do Piauí, com

o objetivo de caracterizar os produtos de cerâmica vermelha da região e de

fornecer subsídios para o aprimoramento desses produtos, daí resultando a

144

Coletânea Habitare - vol. 6 - Inovação Tecnológica na Construção Habitacional

Figura 1 – Vista de edificação construída do Habitacional

Morada Nova - Conj. Habitacional Morada Nova

publicação do trabalho “Cerâmica Vermelha no Piauí – Estágio Atual e

Perspectivas” (MENDES; MOREIRA, 1991), com a caracterização de produtos

de 15 indústrias cerâmicas, incluídos blocos de seis furos retangulares e

circulares horizontais utilizados na construção de edifícios residenciais com

até três pavimentos em alvenaria portante (Figuras 1), sem nenhuma preocupação

com a modulação e com a compatibilização entre os projetos

(Figuras 2 e 3).

Figura 2 – Falta de compatibilização de projetos

Figura 3 – Baixa qualidade de execução

145

Alvenaria estrutural com blocos estruturais cerâmicos

Os resultados de resistência à compressão desses blocos, com baixos

valores e elevada dispersão, a baixa resistência dos blocos de furos circulares

em relação aos de furos retangulares, bem como a absoluta falta de

conformidade dimensional dos blocos apontavam claramente para a necessidade

de utilização da alvenaria estrutural com blocos de furos verticais,

ainda não produzidos na região.

Na época, mesmo de posse dessas informações, não foi possível

implementar mudanças, uma vez que a indústria cerâmica e a indústria da

construção civil não se entendiam quanto à sua viabilidade econômica. A

indústria da construção civil não utilizava os blocos estruturais cerâmicos

porque não eram produzidos na região, e a indústria cerâmica não produzia

os blocos estruturais porque não havia demanda.

Em 2000 foi apresentado ao Programa Habitare o projeto “Alvenaria

Estrutural com Blocos Estruturais Cerâmicos”, tendo como proponente a

Fundação de Desenvolvimento e Apoio à Pesquisa e Extensão (Fundape),

como executor a Universidade Federal do Piauí (UFPI) e como interveniente

o Sindicato da Indústria Cerâmica do Estado do Piauí, com recursos liberados

em janeiro de 2002, cujo objetivo

...

Baixar como (para membros premium)  txt (13.3 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com