TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Análise: Sociologia é A Ciência Que Estuda A Sociedade Humana E A Interação Entre Os Homens. Interessa-se Pelo Modo Como são Criadas, Mantidas E Transformadas As Organizações E As Instituições Que dão Forma à Estrutura Social, Pelo Efeito Que

Artigos Científicos: Análise: Sociologia é A Ciência Que Estuda A Sociedade Humana E A Interação Entre Os Homens. Interessa-se Pelo Modo Como são Criadas, Mantidas E Transformadas As Organizações E As Instituições Que dão Forma à Estrutura Social, Pelo Efeito Que. Pesquise 800.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  29/9/2013  •  598 Palavras (3 Páginas)  •  1.833 Visualizações

Página 1 de 3

Análise:

Sociologia é a ciência que estuda a sociedade humana e a interação entre os homens.

Interessa-se pelo modo como são criadas, mantidas e transformadas as organizações e as instituições que dão forma à estrutura social, pelo efeito que têm sobre o comportamento individual e social, e pelas transformações provocadas pela interação social. É, portanto, o ramo do conhecimento que faz das relações humanas seu objeto, aplicando de modo sistemático a razão e a observação e integrando explicações teóricas e métodos quantitativos e qualitativos de verificação empírica.

A Sociologia é uma ciência relativamente nova em relação a outras ciências sociais, como a Economia, a Ciência Política, a Antropologia e a Psicologia.

A criação e o desenvolvimento da Sociologia como ciência está associada principalmente aos nomes de Auguste Comte, Aléxis de Tocqueville, Herbert Spencer, Émile Durkheim, Karl Marx, Max Weber e Talcott Parsons.

As explicações sociológicas sistemáticas começam a aparecer no século XIX quando, na Europa, reúne-se um conjunto de fatores econômicos, científicos e políticos que criam condições para a realização de uma reflexão mais profunda sobre a sociedade.

Entre estes fatores destacam-se:

A Revolução Industrial: A Sociologia tira desses dados o estímulo para tentar reconstruir as bases da ordem social perdida, substituída pelo caos da luta de classes. A ruptura da influência da religião, do dogma e da tradição sobre o pensamento intelectual impulsionou o desenvolvimento da ciência como maneira de pensar o mundo e abriu caminho para um novo olhar sobre os fenômenos sociais.

O Iluminismo e as modificações que gerou nas formas de pensamento, na forma de conhecer a natureza e a cultura. A ruptura da influência da religião, do dogma e da tradição sobre o pensamento intelectual impulsionou o desenvolvimento da ciência como maneira de pensar o mundo e abriu caminho para um novo olhar sobre os fenômenos sociais.

A Revolução Francesa. O choque causado pela substituição do velho regime pela violência estimulou a indagação sociológica a buscar respostas sobre como a sociedade poderia ser reconstruída, como manter a sociedade unida quando se torna maior, mais complexa, mais variada, mais diferenciada, mais especializada e mais dividida. Nesse contexto histórico, a Sociologia nasce intimamente ligada aos objetivos de estabilidade social das classes dominantes.

A magnitude dos problemas colocados por essa crise impõe uma abordagem científica da sociedade como objeto de conhecimento. A ciência social, à imagem das ciências da natureza, devia constituir-se positivamente, ou seja, com atitude metodológica idêntica a das ciências positivas, como a Biologia. Esse é o ponto de partida do Positivismo, que comparando a sociedade com o modelo do organismo, exigia que se estudasse a sociedade como se estuda a natureza.

Com esta carga ideológica nasce a Sociologia clássica.

Na medida em que busca incorporar à ciência o estudo dos fatos sociais por meio do modelo organicista, revela seu caráter conservador, sua vinculação com os interesses políticos dos que buscavam conservar a ordem social.

Seu

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com