TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Atps Desenvolvimento Economico

Artigo: Atps Desenvolvimento Economico. Pesquise 793.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  3/9/2013  •  3.614 Palavras (15 Páginas)  •  403 Visualizações

Página 1 de 15

ATIVIDADE PRÁTICA SUPERVISIONADA DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Trabalho elaborado para disciplina de Desenvolvimento Econômico do 5º Semestre do curso de Administração, sob a orientação do Professor EAD, Ma. Renata M. G. Dalpiaz.

PROMISSÃO/SP

21/06/2013

SUMÁRIO

INTRODUÇÃO 3

O CONCEITO HISTÓRICO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO 4

DADOS E CONCEITO PIB POR HABITANTE 5

ÍNDICE DE GINI 6

CURVA DE LORENZ 6

ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO (IDH) 7

BRICS - AGRUPAMENTO BRASIL-RÚSSIA-ÍNDIA-CHINA-ÁFRICA DO SUL 8

A INFLUÊNCIA DA CIÊNCIA E TECNOLOGIA PARA O DESENVOLVIMENTO DOS PAÍSES DO BRICS 9

REFLEXOS DA CARGA TRIBUTÁRIA PARA O DESENVOLVIMENTO DOS BRICS 10

ÍNDICE DE DESENVOLVIMENTO HUMANO (IDH) DOS BRICS 11

CARACTERÍSTICAS DO SISTEMA NACIONAL DE INOVAÇÃO (SINS) 12

INFLUÊNCIA DO ENSINO SUPERIOR NO BRICS 12

DESENVOLVIMENTO DO BRICS COM RELAÇÃO À ECONOMIA MUNDIAL 13

CONCLUSÃO 14

REFERÊNCIAS 15

INTRODUÇÃO

Esse trabalho evidencia a definição do desenvolvimento econômico juntamente com seus fatores e aspectos influenciais e a comparação dos países do Agrupamento Brasil-Rússia-Índia-China-África do Sul (BRICS) e evidencia a influência da ciência e tecnologia para o desenvolvimento dos países do BRICS, seus reflexos da carga tributária para o desenvolvimento, analisando sua influência do ensino superior no desenvolvimento pessoal, estes países do BRICS apresentam significativas oportunidades de desenvolvimento, além de diversas características e desafios bastante similares.

O CONCEITO HISTÓRICO DE DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

O desenvolvimento econômico é o processo de sistemática acumulação de capital e de incorporação do progresso técnico ao trabalho e ao capital que leva ao aumento sustentado da produtividade ou da renda por habitante e, em consequência, dos salários e dos padrões de bem-estar de uma determinada sociedade. Definido nestes termos, o desenvolvimento econômico é um fenômeno histórico que passa a ocorrer nos países ou Estados - nação que realizaram sua Revolução Capitalista já que só no capitalismo se pode falar em acumulação de capital, salários, e aumento sustentado da produtividade. Nas sociedades pré-capitalistas ocorreram momentos de prosperidades, mas nada semelhante ao que hoje denominamos desenvolvimento econômico. Uma vez iniciado, o desenvolvimento econômico tende a ser relativamente auto-sustentado na medida em que no sistema capitalista os mecanismos de mercado envolvem incentivos para o continuado aumento do estoque de capital e de conhecimentos técnicos. Isto não significa, porém, que as taxas de desenvolvimento serão iguais para todos: pelo contrário, variarão substancialmente dependendo da capacidade das nações de utilizarem seus respectivos Estados para formular estratégias nacionais de desenvolvimento que lhes permitam serem bem sucedidas na competição global. No longo prazo, o desenvolvimento econômico dificilmente regride, porque a acumulação de capital e o progresso técnico em uma economia tecnologicamente dinâmica e competitiva, como é a capitalista, passam a ser uma condição de sobrevivência das empresas, mas as taxas de crescimento econômico são tão díspares que a sorte econômica dos Estados - nação está longe de estar assegurada, e a decadência relativa, como aquela que ocorreu em todo o século vinte na Argentina, ou que vem acontecendo no Brasil desde 1980, é sempre uma possibilidade. O capitalismo é um sistema econômico coordenado pelo mercado no qual não apenas as empresas mas, também os Estados - nação competem a nível mundial; dificilmente se poderá falar em desenvolvimento econômico se o país estiver crescendo a taxas substancialmente mais baixas que seus concorrentes. Foi só com a globalização e a abertura de todos os mercados que essa concorrência se tornou clara, mas desde a Revolução Capitalista o desenvolvimento econômico se tornou um objetivo político central das nações, de forma que o governo de um Estado só estará realmente sendo bem sucedido se estiver alcançando taxas razoáveis de crescimento.

DADOS E CONCEITO PIB POR HABITANTE

O PIB constitui um indicador da atividade econômica de um determinado país na medida em que representa o valor total da produção de bens e serviços.

Dividindo o PIB pelo total da população obtém-se o PIB per capita, indicador que mede o grau de desenvolvimento econômico de um país. Dado que os preços dos produtos e serviços podem variar fortemente entre países. O PIB per capita é por vezes ajustado às paridades do poder de compra entre países.

O PIB per capita (por pessoa), também conhecido como renda per capita, é obtido ao pegarmos o PIB de uma região, dividindo-o pelo número de habitantes PIB (Produto Interno Bruto) é a soma de todos os serviços e bens produzidos num período (mês, semestre, ano) numa determinada região (país, estado, cidade, continente). O PIB é expresso em valores monetários (no caso do Brasil em Reais). Ele é um importante indicador da atividade econômica de uma região, representando o crescimento econômico. Vale dizer que no cálculo do PIB não são considerados os insumos de produção (matérias-primas, mão-de-obra, impostos e energia).

A Fórmula para o cálculo do PIB de uma região é a seguinte:

PIB = C + I + G + X - M.

Onde: C (consumo privado),

I (investimentos totais feitos na região),

G (gastos dos governos),

X (exportações) e

M (importações) desta região.

O PIB do Brasil no ano de 2012 em valores correntes, foi de R$ 4,403 trilhões (crescimento de 0,9 % sobre o ano de 2011). O Brasil é um país que tem um estado grande em termos de carga tributária,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (24.9 Kb)  
Continuar por mais 14 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com