TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Atps exposição da empresa ao risco

Tese: Atps exposição da empresa ao risco. Pesquise 788.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  21/4/2014  •  Tese  •  878 Palavras (4 Páginas)  •  152 Visualizações

Página 1 de 4

Com as oportunidades de crescimento proporcionadas pelas novas descobertas anunciadas nos últimos anos, em especial o pré-sal, chegamos a uma situação diferenciada em relação às outras empresas do setor. Dessa forma, temos pela frente uma série de projetos rentáveis a serem desenvolvidos, que garantem o nosso crescimento. A geração operacional de caixa é a principal fonte de recursos, mas precisamos também recorrer a captações. Em janeiro, realizamos uma emissão de títulos em Euros (€) e em Libras Esterlinas (£) que, em apenas um dia, captou um volume de €3,05 bilhões e £600 milhões.

Segundo nosso diretor Financeiro e de Relações com Investidores, Almir Barbassa, o valor de captação para os próximos anos será anunciado na divulgação do novo Plano de Negócios e Gestão, para o período 2014-18. “Nossa estratégia é fazer uma grande operação por ano em cada mercado (americano e europeu). Então, há previsão de uma captação em dólar ainda esse ano”, ele afirma.

Na entrevista abaixo, Barbassa ressalta que a operação de janeiro foi a maior emissão de uma empresa operacional oriunda de um mercado emergente realizada na Europa, em toda a história: “Este resultado mostra que o investidor de renda fixa confia nos projetos da Petrobras, pois entende que estamos captando para aumentar a capacidade produtiva da Companhia”. Confira a entrevista:

Fatos e Dados: Como surge a decisão do momento em que deve ser feita uma emissão? Por que a Petrobras optou por fazer a captação agora? Por que em Euros?

Barbassa: Estamos sempre analisando oportunidades. A opção por acessar o mercado de euros deveu-se ao momento do mercado europeu, que apresentou custos menores que o em dólar. Além disso, geralmente no início do ano os mercados apresentam maior liquidez, o que se confirmou, com a demanda três vezes maior que a captação.

Qual a avaliação que a Petrobras faz a respeito do resultado da oferta? A que o senhor atribui esse resultado?

A captação foi um sucesso. A operação foi realizada em apenas 1 dia e o volume captado foi de €3,05 bilhões e £600 milhões com 3 prazos diferentes para o Euro (títulos com vencimento em 2018, 2021 e 2025) e um prazo para os títulos em libras esterlinas (vencimento em 2034). Essa foi a maior emissão de uma empresa operacional oriunda de um mercado emergente na Europa, em toda a história. Tivemos mais de 1.300 ordens, principalmente da Inglaterra (23,5%), Alemanha (18,3%), Suíça e França. Este resultado mostra que o investidor de renda fixa confia nos projetos da Petrobras, pois entende que estamos captando para aumentar a capacidade produtiva da Companhia.

Essa emissão afeta a percepção de risco da companhia?

Não, pelo contrário, o sucesso da operação contradiz certo pessimismo em relação à Petrobras.

Qual o impacto da operação no endividamento? Há previsão de quando esse cenário começa a se reverter?

No curto prazo, irá impactar o endividamento bruto, mas a dívida líquida não se altera enquanto este dinheiro estiver no caixa. A perspectiva é que, a partir de 2016, a empresa terá menor necessidade de captação, com fluxo de caixa livre positivo.

A Petrobras pretende realizar novas captações? Quando? Em que moedas?

Nossa estratégia é fazer uma grande operação por ano em cada mercado (americano e europeu). Então, há previsão de uma captação em dólar ainda esse ano.

Essas captações que a Petrobras faz já são previstas no Plano de Negócios. Quanto a Petrobras pretende captar em média para fazer frente aos investimentos que temos programados para os próximos anos?

O valor de captação para os próximos anos será anunciado na divulgação do novo Plano de Negócios e Gestão, para o período 2014-18.

Postado em: [Institucional, Entrevistas]

6 comentários

Jonatas

06.Ma.2014

Muit legal

alexsandro ramos

05.Ma.2014

Muito bom.isso tem que ser melhor para nós brasileiros!

Luiz Aparecido de Luna Cardoso

02.Ma.2014

Quando

...

Baixar como (para membros premium)  txt (5.9 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com