TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

-Criação Do SUS

Por:   •  18/11/2014  •  1.093 Palavras (5 Páginas)  •  321 Visualizações

Página 1 de 5

Teoria de Gean Piaget

Gean Piaget foi um dos investigadores mais influentes do séc. 20 na área da psicologia do desenvolvimento.  Suas propostas configuram uma teoria construtivista do desenvolvimento cognitivo humano.  Interessava-lhe desvendar como acontece e como se processa o conhecimento lógico-abstrato do homem, desde o início da sua vida até a idade adulta.

Piaget acreditava que o que distingue o ser humano dos outros animais é a sua capacidade de ter um pensamento simbólico e abstracto.

Existem 2 aspectos principais em sua teoria:

1. O processo de conhecer

2. Os estádios/ etapas pelos quais nós passamos à medida que adquirimos essa habilidade.

O comportamento é controlado através de organizações mentais denominadas “esquemas”, que o indivíduo utiliza para representar o mundo e para designar as ações.

• Organização e adaptação

– Organização: à medida que aumenta a maturação da criança, elas organizam padrões físicos ou esquemas mentais em sistemas mais complexos.

– Adaptação:  capacidade de adaptar as suas estruturas mentais ou comportamento para se adaptar às exigências do meio.

Segundo Piaget, a teoria de equilibração, de uma maneira geral, trata de um ponto de equilíbrio entre a assimilação e a acomodação, e assim, é considerada como um mecanismo auto-regulador. O processo de assimilação (Sujeito e Objeto estabeleçam uma relação).A acomodação (estado de equilíbrio entre Sujeito e Objeto) e O equilíbrio ainda que provisório, representa conhecimento, mas é logo seguido por novas situações em que a pessoa é novamente desafiada, o que dá início a sucessivas assimilações e acomodações, mais conhecimento, outros desequilíbrios e assim por diante.

O desenvolvimento passa pelos seguintes estágios de desenvolvimento de acordo com Piaget:

- Estágio Sensorial-motor (0 - 2 anos)

Ao nascer, o bebe tem padrões inatos de comportamento, como agarrar, sugar e atividades grosseiras do organismo, segundo Piaget. As modificações e o desenvolvimento do comportamento ocorrem como resultado da interação desses padrões inatos (semelhantes a reflexos) com o meio ambiente. O bebê então começa a construir esquemas para assimilar o ambiente.

Nesse estágio, seu conhecimento é privado e não tocado pela experiência de outras pessoas (o mundo é ele).

- Estágio Pré-operações (2 – 7 anos)

O período pré – operatório abrange a idade de 2 a 7 anos e é dividido em dois períodos: o da Inteligência Simbólica (dos 2 aos 4 anos) e o período Intuitivo (dos 4 aos 7 anos)

- Estágio Operações concretas (7 - 11 anos) 

O individuo consolida as conservações de número, substancia, volume e peso. Desenvolve também noções de tempo, espaço, velocidade, ordem, casualidade. Organiza então o mundo de maneira lógica e operatória. É capaz de estabelecer compromissos, compreende as regras podendo ser fiel a elas.

- Estágio Operações formais (11 – 15 anos)

No período formal as estruturas cognitivas da criança alcançam seu nível mais elevado de desenvolvimento, e tornam-se aptas a aplicar o raciocínio lógico a todas as classes de problemas. Enfim, é a “abertura para todos os possíveis”.

A contribuição de Jean Piaget é inegável, até para aqueles que consideram a Teoria Cognitiva insuficiente para explicar como o desenvolvimento e a aprendizagem acontecem.

Piaget considera tudo no comportamento (motor, verbal e mental) parte da ação. Mesmo a percepção é, para ele, uma atividade e a imagem mental é uma imitação interior do objeto.

PIAGET E VIGOTSKI

Se compararmos os dois maiores teóricos do desenvolvimento humano, podemos dizer, correndo algum risco de sermos simplistas, que

Piaget apresenta uma tendência hiperconstrutivista em sua teoria, com ênfase no papel estruturante do sujeito. Maturação, experiências físicas, transmissões sociais e culturais e equilibração são fatores desenvolvidos na teoria de Piaget.

Vigotski, por outro lado, enfatiza o aspecto interacionista, pois considera que é no plano intersubjetivo, isto é, na troca entre pessoas, que têm origem as funções mentais superiores.

A teoria de Piaget apresenta também a dimensão interacionista, mas sua ênfase é colocada na interação do sujeito com o

...

Baixar como (para membros premium)  txt (7.4 Kb)  
Continuar por mais 4 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com