TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: ANÁLISE NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS

Casos: GERENCIAMENTO DA CADEIA DE SUPRIMENTOS: ANÁLISE NO TRANSPORTE RODOVIÁRIO DE CARGAS. Pesquise 784.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  12/6/2012  •  9.352 Palavras (38 Páginas)  •  1.808 Visualizações

Página 1 de 38

1 INTRODUÇÃO

Em um mundo altamente globalizado e competitivo a logística se tornou fator chave para um desenvolvimento estratégico das empresas e diferencial competitivo no mercado em que atuam, onde são exigidos altos níveis de serviços pelos clientes que já não admitem mais processos logísticos ineficazes.

A logística está se tornando cada vez mais uma ferramenta que pode determinar o sucesso ou fracasso de uma organização, e está passando por evoluções constantes. Uma destas é a ‘evolução’ da logística integrada para o gerenciamento da cadeia de suprimentos (supply chain management), gerenciamento que integra toda cadeia desde a extração da matéria prima até a entrega do produto final ao cliente. A globalização elevou a logística a um processo estratégico que a cada dia evolui mais e a logística integrada evolui para outro estágio que eleva organizações a uma classe mundial, nominada Supply Chain Management.

No gerenciamento da cadeia de suprimentos (SCM) há um elo onde se encontram fatores decisivos para determinar sua eficácia, tais como tecnologia da informação, gestão de estoques, produção, dentre outros. Mas em um desses fatores, o nível de serviço tem que ser altíssimo, o transporte, nele está à ligação do suprimento x manufatura x distribuidores x clientes, e se o transporte desde a matéria prima até o produto final não for eficaz, proporcionará uma quebra de todo o sistema, pois prazos não serão cumpridos, entregas não serão feitas e atendimentos aos clientes não serão efetuados.

Diante dessa constante evolução da logística e da importância do transporte no sistema, este projeto é focado no transporte rodoviário de carga, visto que no Brasil a maior parte destes transportes são feitos por rodovias.

1.1 Objetivo Geral

O objetivo deste trabalho é analisar a gestão do transporte rodoviário de cargas em uma unidade de uma empresa de logística de cargas siderúrgicas.

1.2 Objetivos Específicos

Os objetivos específicos desta pesquisa são:

analisar e identificar os custos operacionais do frete;

identificar e analisar tempo de carga, descarga e transit-time

identificar os processos de transporte de carga das empresas;

identificar os processos de distribuição física.

1.3 Justificativa

As empresas devem estar bem preparadas para um mercado altamente competitivo e desafiador. Os cuidados com o meio ambiente, produção, a integração da logística de suprimentos, distribuição e os níveis de serviços se tornaram cruciais nas organizações. O transporte rodoviário de cargas que desempenha um papel fundamental na cadeia logística merece um exame minucioso e detalhado em sua estrutura, fundamental para uma administração eficiente dos futuros profissionais de gestão da cadeia de suprimentos.

A competitividade atual tem alertado as empresas para melhorar continuamente seus sistemas produtivos, com o intuito de aumentar sua produtividade e oferecer aos seus clientes bons preços e prazos de entrega, buscando, de forma contínua, a redução do tempo de entrega do produto acabado, aumentando, assim, a satisfação do cliente e a competitividade da empresa no mercado.

1.4 Metodologia

Esta análise pode ser classificada como uma pesquisa qualitativa, pois foi realizada uma pesquisa bibliográfica visando a fundamentação teórico-metodológico do trabalho no qual pode ser classificado também como uma pesquisa de campo de natureza participante que segundo (LAKATOS e MARCONI, 2005, p. 188) é usada para se comprovar hipóteses e/ou adicionar informações a um problema permitindo uma associação com os dados coletados na pesquisa bibliográfica o que pode gerar conclusões novas para os registros existentes e/ou novos problemas a serem resolvidos.

Esta pesquisa também é exploratória quanto aos fins; Segundo Gil (1991).

Uma pesquisa é de natureza exploratória quando envolve levantamento bibliográfico, entrevistas com pessoas que tem ou tiveram experiências práticas com o problema pesquisado e análise de exemplos que estimulem a compreensão. Possui ainda a finalidade básica de desenvolver, esclarecer e modificar conceitos e idéias para a formulação de abordagens posteriores. (GIL, 1991, p. 46)

Ressalta-se que os dados obtidos foram tratados de forma qualitativa e interpretados a partir das discussões contidas nas fundamentações teóricas que nortearam o desenvolvimento deste estudo, visando obter a compreensão real do papel do gestor nas organizações logísticas em relação ao que condiz com o gerenciamento da cadeia de suprimentos e com o transporte rodoviário de cargas.

2 FUNDAMENTAÇÃO TEÓRICA

2.1 Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos (Supply Chain Management)

Pode-se verificar uma serie de definições para o termo Gerenciamento da Cadeia de Suprimentos, conforme o ponto de vista de cada autor.

Enquanto o gerenciamento da cadeia de suprimento como conceito é recente, suas bases encontram-se em teorias antigas e estabelecidas (COOPER et al. , 1997 apud COSTA et al. 2005). Sua origem aparece intimamente ligada ao renascimento da logística na década de 1950, quando surge uma abordagem orientada a sua administração integrada. O campo da Logística evoluiu de um tratamento mais restrito, voltado para a distribuição física de matérias e bens, para um escopo mais abrangente, em que se considera a cadeia de suprimentos como um todo e as atividades de compras, administração de matérias e distribuição. Assim, não se limita a uma única função como o Marketing ou as operações, mas representa, de fato, uma área de integração desses distintos enfoques.

Segundo Ballou (2006), a Cadeia de Suprimentos é um conjunto de atividades funcionais (transportes, controle de estoques, etc.) que se repetem inúmeras vezes ao longo do canal pelo qual matérias primas vão sendo convertidas em produtos acabados, aos quais se agrega valor ao consumidor. Uma vez que as fontes de matérias primas, fábricas e pontos de vendas em geral não têm a mesma localização e o canal representa uma sequência de etapas de

...

Baixar como (para membros premium)  txt (59.1 Kb)  
Continuar por mais 37 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com