TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

JUROS, SIMPLES, COMPOSTO

Por:   •  28/10/2013  •  283 Palavras (2 Páginas)  •  417 Visualizações

Página 1 de 2

JUROS SIMPLES

O regime de juros simples é aquele no qual os juros incidem sempre sobre o capital inicial. A análise desse tema, como introdução à Matemática Financeira, é de certa forma, importante.

(P) capital inicial

(I) taxa

(N) períodos

(J) juros produzidos

Lembrando que os juros simples incidem sempre sobre o capital inicial, podemos escrever a seguinte fórmula, facilmente demonstrável:

J =P.i.n

No final de n períodos, é claro que o capital será igual ao capital inicial adicionado aos juros produzidos no período. O capital inicial adicionado aos juros do período é denominado montante (M). Logo, teríamos:

M = P + J = P + P.i.n = P(1 + i.n)

PORTANTO: M = P (1+in).

P: 120.000

N: 18

I: 1,25

M: ?

J: 27000

M= 120.000 (1 + 1,25 * 18)

M= 147.000

JUROS COMPOSTOS

Os juros compostos são a base do atual Sistema Financeiro, pois são utilizados pelas instituições bancárias e financeiras na cobrança e recebimento de juros nas opções de empréstimos, pagamentos, aplicações, financiamentos, investimentos entre outros serviços do ramo. Esse tipo de capitalização é acumulativo, isto é, os juros são gerados com base nos juros anteriores, dessa forma as variações tendem a aumentar com o decorrer dos intervalos.

(P) capital inicial

(I) taxa

(T) períodos

(J) juros produzidos

M = P (1 + i)t

M=120.000(1+1,25)^18

M=150.069,29

CONCLUSÃO

O juros simples é calculado com base no valor aplicado, ou seja: seu calculo é formado pela taxa de juros e o período sobre o valor inicial. Quando que o juros composto é calculado a partir da parcela anterior acrescidos de juros o qual da o efeito conhecido como (bola de neve), ou seja: juros acumulados em cima de juros.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.2 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com