TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

MODELO ROTEIRO DAS AULAS PRÁTICAS - NEUROANATOMIA

Por:   •  4/3/2018  •  Trabalho acadêmico  •  2.225 Palavras (9 Páginas)  •  204 Visualizações

Página 1 de 9

[pic 1]

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA

CENTRO DE CIÊNCIAS DA SAÚDE

DEPARTAMENTO DE MORFOLOGIA

COMPONENTE CURRICULAR: NEUROANATOMIA – MIV 7

CURSO: MEDICINA            PERÍODO 2017.1          

PROFESSOR: André de Sá Braga Oliveira

ROTEIRO DAS AULAS PRÁTICAS - NEUROANATOMIA

  • ESQUELETO AXIAL: 80 ossos situados na linha mediana do corpo, em torno de um eixo longitudinal.

- CABEÇA (28 ossos).

A cabeça óssea divide-se em crânio (neurocrânio) e face (viscerocrânio).

* Características gerais do Crânio e Face

  • O crânio aloja o encéfalo;
  • A superfície interna do crânio fixa as meninges (membranas) que estabilizam o encéfalo e os vasos sanguíneos e os nervos em suas posições;
  • A superfície externa dos ossos do crânio fornece uma extensa área para a fixação de músculos responsáveis por vários movimentos da cabeça;
  • A face corresponde ao local de início do sistema respiratório e digestório;
  • Os ossos da cabeça protegem e suportam os delicados órgãos dos sentidos, exceto o tato, que pode ser encontrado também no resto do organismo;
  • Nos ossos da cabeça apresentam numerosos Elementos anatômicos (estruturas adaptadas para exercer uma função específica), como forames e fissuras, que se destinam à passagem de vasos sanguíneos e nervos;
  • Os ossos da cabeça servem de ponto de fixação para alguns músculos da mímica facial.

     OSSOS DO CRÂNIO - está constituído essencialmente por 14 ossos. Destes 4 são ímpares e 5 são pares e bilaterais.

 

     → Ossos ímpares:

  • Frontal (1)
  • Occipital (1)
  • Etmóide (1)
  • Esfenóide (1)

Ossos pares:

  • Parietal (2)
  • Temporal (2)

Ossículos da orelha:

  • Martelo (2)
  • Bigorna (2)
  • Estribo (2)

            OSSOS DA FACE – está constituído por 14 ossos.

           

            →Ossos ímpares:

  • Mandíbula (1)
  • Vômer (1)

           

            →Ossos pares:

  • Lacrimal (2)
  • Nasal (2)
  • Conchas nasais (2)
  • Maxilar (2)
  • Zigomático (2)
  • Palatino (2)

CRÂNIO - GENERALIDADES

        O crânio articulado (neurocrânio) apresenta a forma de uma caixa ovoide.

        Traçando-se uma linha em circunferência, que passe a 2 cm acima da glabela e atinja a protuberância occipital externa, divide-se o crânio em duas partes. A porção superior é a calvária [calota ou abóbada] e a inferior, a base do crânio.

        A calvária é toda ela constituída por partes planas de ossos do crânio.

        A base do crânio é constituída de ossos mais irregulares e exibe a característica da presença de inúmeros forames por onde transitam vasos e nervos. A existência desses vasos e nervos na base do crânio é que determinam a importância desta região em função dos traumatismos cranianos, principalmente fraturas, que podem lesá-los.

Divisão Anatômica

Calvária [Abóbada Craniana]

  • • Configurações (interna e externa)

Base do Crânio

  • • Base interna do crânio
  • • Base externa do crânio

        Os limites dessa região estão representados por um plano transversal que passa, à frente, a uns 2 cm acima da glabela, e por trás, pela protuberância occipital externa.

        A calvária está formada na parte anterior pelo osso frontal, em sua parte média pelos ossos parietais e, por trás, pela parte mais elevada da escama occipital.

Acidentes do crânio:

Osso frontal:

Glabela do osso frontal: ponto craniométrico

Forame supraorbital: dá passagem aos vasos e nervos supraorbitais que vão se dirigir à região frontal da cabeça.

Crista frontal: fixação da foice do cérebro.

Sulco dos vasos meníngeos anteriores

Osso occipital:

Clivo: anterior ao forame magno. Aloja a ponte e parte do bulbo.

Sulco dos vasos meníngeos posteriores

Protuberância occipital interna: fixação posterior da foice do cérebro. Ponto de referência para localizar a confluência dos seios.

Protuberância occipital externa

Linha nucal superior

Canal do nervo hipoglosso: dá passagem ao nervo craniano XII.

Côndilo occipital: superfície articular da articulação atlanto-occipital

Forame magno: forame que marca o ponto de união da medula ao bulbo. As artérias espinais e vertebrais também passam por esse forame.

Fossas cerebelares

Osso temporal

        É um osso par, irregular e pneumático. É o mais complexo do crânio. Ocupa a cada lado da caixa craniana todo o espaço compreendido entre os ossos esfenoide, parietal e occipital. No seu interior encontram-se os órgãos essenciais da audição.

Parte petrosa:

Forame estilomastoideo: dá passagem ao nervo facial

Processo mastoide: se insere aqui vários músculos, como o esternocleidomastoideo e esplênio da cabeça.

Incisura mastoidea: serve de inserção para o ventre posterior do músculo digástrico.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (14.8 Kb)   pdf (396.1 Kb)   docx (1.1 Mb)  
Continuar por mais 8 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com