TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Mulheres E Homens Seres Historico Sociais

Trabalho Universitário: Mulheres E Homens Seres Historico Sociais. Pesquise 787.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  30/3/2013  •  1.435 Palavras (6 Páginas)  •  1.078 Visualizações

Página 1 de 6

.INTRODUÇÃO

Mulheres e homens, seres histórico-sociais, nos tornamos capazes de comparar, de valorar, de intervir, de escolher, de decidir, de romper, por tudo isso nos fizemos seres éticos.

Paulo Freire

As mudanças ocorridas no meio político, econômico, tecnológicos e sociais trazem a necessidade de repensar a função social da escola, onde princípios democráticos de cidadania, inclusão, participação e respeito à diversidade são enfatizados nos paradigmas atuais de educação. A LDB (Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional), estabelece as normas para uma educação democrática quando o objetivo dela tem como princípio "o pleno desenvolvimento do ser humano, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho" (LDB/96, Art. 2°).

As concepções ideológicas que movem as práticas docentes será um dos fatores que contribuirá para a concretização ou não, de uma escola mais democrática e cidadã.

Ser professor, portanto, se torna um desafio, pois o profissional da escola democrática cidadã, deve ter compromisso político, ético e moral com a educação. Por isso, a prática docente precisa ser constantemente avaliada para que a perspectiva de uma educação democrática se concretize, não ficando reduzida aos discursos teóricos.

A formação continuada é uma possibilidade de refletir sobre a importância de valores éticos na educação. Porém, percebe-se que a discussão sobre a ética é raramente discutida nas formações de professores. Quando ocorrem são de forma implícitas em disciplinas ou em rápidas palestras.

Entretanto, valores éticos são cada vez mais necessários a uma educação pautada em princípios democráticos. Em nossa sociedade outros valores têm sido priorizados, como o ter uma posição elevada diante a outras pessoas.

No cotidiano escolar, as prática pedagógicas também estão envolvidas por valores de competição, i.e. A utilização das avaliações para destacar os alunos(as) mais inteligentes é uma prática desprovida de valores éticos, pois, enquanto o aluno(a) que consegue se destacar com boas notas se sente incluído socialmente, aquele(a) que não consegue obter o melhor êxitonas avaliações, consequentemente será visto como o diferente.

Outro valor presente na sociedade que se reflete no âmbito escolar é o (des)respeito ao outro. Dependendo da maneira como cada pessoa vê as outras (inferior, superior ou como iguais) serão estabelecidas práticas entre si de inclusão ou exclusão.

A falta de valores éticos ao respeito das diferenças tem sido manifestas nas violências físicas ou simbólicas entre os sujeitos dentro das escolas. Como exemplo, professores que expõe alunos ao constrangimento diante de outros em situações sensíveis na sala de aula. Também existe casos contrários, são alunos que agridem os professores e outros alunos por não respeitarem os direitos à vida e expressão que cada ser humano possui.

Estas constatações iniciais da realidade conduziram à definição da questão central que guiaria nosso estudo na perspectiva de desvelamento do fenômeno estudado: O que dizem os professores sobre os valores éticos presentes no processo de sua formação tendo em vista a influência dos mesmos para a concretização de uma educação ética e cidadã no âmbitoescolar?

Esta questão central remete a outras:

Como os valores subjacentes à formação de professores interferem no processo ensino-aprendizagem?

Como a questão da ética é trabalhada pelos professores e também vivida nas escolas?

Geral:

Conhecer o que dizem os professores sobre os valores éticos presentes no processo de sua formação e a influência dos mesmos para a concretização de uma ética cidadã no âmbito escolar.

Específicos

- Identificar os valores morais e éticos característicos na história da educação brasileira.

-Refletir sobre como os valores subjacentes à formação de professores interferem no processo ensino aprendizagem.

- Analisar como a ética é trabalhada e vivida por professores e alunos na escola.

Considerações finais

Se quisermos compreender a função social da escola é necessário, primeiro, entender as relações de poder que permeiam a construção da democracia em nosso país. Segundo Cunha, (1991), a democracia no Brasil se remete mais ao plano das esperanças do que ao das realizações, pois, ao analisar a luta pela democracia no governo militar, ele demonstra como os interesses de um grupo, que se diz representante do povo, são articulados para a ascensão política dos seus partidos.

No entanto, em Giroux, (1986), a efetivação da democracia é possível, quando o autor em sua análise sobre a escola, enquanto esfera pública, a vê como um espaço onde os educadores e acadêmicos devem reagir a estas forças paralisantes, sendo críticos, criativos e esperançosos em relação ao potencial que, tanto eles como seus estudantes podem oferecer, a fim de contrariar as tendências políticas e conservadoras que têm imposto uma definição de excelência que significa mais uma submissão às pressões de mercado do que excelência educativa nos termos de uma produção intelectual inovadora.

Assim uma pedagogia crítica deve propiciar as condições que dão aos alunos a oportunidade de falar com suas próprias vozes, de autenticar suas próprias experiências. Uma vez que os alunos se dêem conta da dignidade de suas próprias percepções e histórias, eles podem dar um salto para o nível teórico e começar a examinar o valor de verdade de seus significados e percepções, particularmente na medida em que elas estão relacionadas com a racionalidade com a racionalidade dominante. (Giroux, 1986, p. 264)

São os educadores,

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.7 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com