TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O ADVOGADO COMETE FALTA DE ÉTICA AO DAR TRATAMENTO DIFERENCIADO ENTRE OS CLIENTES DE DIFERENTES NÍVEIS SOCIAIS"? .

Por:   •  25/11/2013  •  250 Palavras (1 Páginas)  •  483 Visualizações

O ADVOGADO COMETE FALTA DE ÉTICA AO DAR TRATAMENTO DIFERENCIADO ENTRE OS CLIENTES DE DIFERENTES NÍVEIS SOCIAIS”? .

Sim, o profissional do direito não pode fazer distinção de raça, credo, classe social e sendo assim.

Podendo sofrer pena de sanção baseado na constituição.

Art. 5º ”Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade, nos termos seguintes”.

O advogado pelo Artigo 2º do CÓDIGO DE ÉTICA E DISCIPLINA DA OAB não agira com dignidade a sua profissão e com falta de boa fé, diferenciando clientes com diferentes níveis sociais.

Art. 2º “O advogado, indispensável à administração da Justiça, é defensor do Estado. Democrático de direito, da cidadania, da moralidade pública, da Justiça e da paz social, subordinando a atividade do seu Ministério Privado à elevada função pública que exerce”.

Parágrafo único. São deveres do advogado:

I – preservar, em sua conduta, a honra, a nobreza e a dignidade da profissão, zelando pelo seu caráter de essencialidade e indispensabilidade;

II – atuar com destemor, independência, honestidade, decora veracidade, lealdade, dignidade e boa-fé;

Art. 3º O advogado deve ter consciência de que o Direito é um meio de mitigar as desigualdades para o encontro de soluções justas e que a lei é um instrumento para garantir a igualdade de todos. O que se observa é a inversão de valores, éticos e morais, por causa da ganância e falta de caráter.

...

Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com