TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Resumo Artigo Cientifico

Por:   •  29/9/2013  •  992 Palavras (4 Páginas)  •  488 Visualizações

Página 1 de 4

Celulite: Uma revisão da fisiologia e tratamento

A celulite atinge cerca de 88% a 98% das mulheres em fase de puberdade. Sua maior preocupação é estética que patológica.

Apesar de existir números tão grandes de casos não se encontra na literatura médica um grande numero de livros sobre o assunto.

Não se sabe ao certo até hoje qual a causa exata para o aparecimento da celulite mas trabalha-se com quatro hipóteses mais possíveis: arquitetura sexual dimorfica da pele, alterações no tecido conjuntivo, alterações vasculares e inflamatórias.

Introdução:

A aparência da celulite se parece com cascas de laranja ou ate mesmo queijo cottage e atinge geralmente coxas e glúteos. O termo celulite tem origem francesa e foi integrado tanto na literatura médica quanto no cotidiano. Não se pode tratar a celulite como condição de mortalidade, mas existe uma grande preocupação estética.

Não existe distinção por raças quanto ao aparecimento da celulite, mas em geral ela atinge mulheres caucasianas em maior proporção.

Após a puberdade e em homens quase não se encontra indícios de celulite.

Fisiologia

Existem quatro mais prováveis hipóteses para o surgimento da celulite e são elas: arquitetura sexual dimorfica da pele, alterações no tecido conjuntivo, alterações vasculares e inflamatórias.

Arquitetura sexual dimorfica da pele: A hipótese anatômica se baseia na diferença entre as características estruturais dos lobos de gordura e septos de tecido conjuntivo que os dividem.

De acordo com essa teoria o aparecimento da celulite se daria por hérnias de gordura que se projetam a partir do tecido subcutâneo. Essas hérnias são uma característica anatômica do corpo feminino e foi comprado por ultrassonografia. Em um estudo utilizando a ultrassonografia examinaram em biopsia de tecidos de coxas de homens e mulheres e pode se atestar que essas ondulações eram muito mais evidentes nas mulheres enquanto nos homens quase não se notava as ondulações resultantes das hérnias de gordura.

Alterações no tecido conjuntivo: Apesar de a celulite ser associada a obesidade muitos estudos não encontraram relação entre seu aparecimento e o fator obesidade.

Um estudo feito em cadáveres, tanto homens quanto mulheres, foram possíveis constatar que a maioria das mulheres já apresentavam sinais de “covinhas” no tecido enquanto a minoria e também os homens só desenvolviam essas “covinhas” após pressão ou estiramento do tecido. Pode-se concluir que ondulações persistentes de estiramento dos cordões fibrosos e colágeno da hipoderme enfraquecem o tecido conjuntivo e facilita a herniação da gordura.

Alterações vasculares: O autor estudado nessa revisão defende que existem eventos multifatoriais para o aparecimento da celulite, porém sua teoria defende que o processo se inicia com a deteriorização da vasculatura dérmica por consequência de alterações nos esfíncters pré-capilares afetando áreas dispostas nas paredes capilares dérmicas e dentro das substancias de colágeno e elastina. O aumento da pressão capilar causara edemas no interior da derme, esses edemas elevaram a pressão intersticial. Essa pressão irá diminuir o retorno venoso. Todo esse processo irá acarretar em uma série de reações químicas e hormonais que formarão adipócitos deixando o tecido com a aparência e consistência acolchoada.

Fatores inflamatórios: Alguns estudos apontam relação inflamatória ao processo causador da celulite e outros não fazem essa ligação. Em alguns estudos com biopsia pode se constatar macrófagos e linfócitos nos septos fibrosos porém os gruas inflamatórios constatados foram muito baixos.

Tratamento:

Apesar das inúmeras terapias que se vê para o tratamento da celulite, não há nenhum tratamento comprovadamente eficaz. A grande maioria dos resultados é de relatos próprios sem comprovações cientificas. As modalidades de tratamento podem ser divididas em quatro áreas principais: atenuação dos fatores agravantes, métodos físicos e mecânicos, agentes farmacológicos e laser.

Atenuação dos fatores agravantes: Muitos fatores considerados agravantes da celulite são

...

Baixar como (para membros premium)  txt (6.9 Kb)  
Continuar por mais 3 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com