TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Título Do Projeto "A Reorganização Da Escola Na Perspectiva Da Educação Inclusiva

Ensaios: Título Do Projeto "A Reorganização Da Escola Na Perspectiva Da Educação Inclusiva. Pesquise 800.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  4/5/2014  •  1.303 Palavras (6 Páginas)  •  1.595 Visualizações

Página 1 de 6

DESCRIÇÃO DO PROJETO

Trabalho de pratica.

Curso Licenciatura em Educação Física.

Disciplina: Fundamentos da Educação Inclusiva.

Professor Responsável: Luciana de Oliveira Silva.

Título do Projeto “A reorganização da escola na perspectiva da educação inclusiva”

Aluno: Herberton Silva e Santos.

Data: início do Projeto 21/04/2014

Data: término do Projeto 04/05/2014

PÚBLICO ALVO

A prática será realizada pelo o alunos que esta cursando o ultimo ano do curso de Licenciatura em Educação Física EAD em 2014

OBJETIVOS

Refletir sobre os direitos dos alunos com necessidades educacionais especiais para uma educação de qualidade e uma aprendizagem diferenciada, estimulando a participação da família e da comunidade.

Entender a necessidade de organização da escola e de adaptações das práticas pedagógicas, visando o aproveitamento escolar dos alunos com necessidades educacionais especiais.

Primeira etapa: realização da entrevista.

Entrevista realizada com a Senhora Rita de Cassia Brito coordenadora do projeto de inclusão da Escola Municipalizada de e Ensino Fundamental e Infantil 13 de Maio

1) Quantos alunos com necessidades educacionais especiais frequentam a escola que você coordena?

Resposta: 06 alunos.

2) Quais as necessidades educacionais que eles apresentam (deficiência física, auditiva, visual, intelectual, altas habilidades ou condutas típicas)? Como eles estão distribuídos nas diferentes classes e séries? Por exemplo, um aluno com surdez no 6º ano, um com deficiência intelectual no 2º ano, e assim por diante.

Resposta: Hiperatividade, Síndrome de Down, Deficiência Auditiva Dificuldade de aprendizagem

3) A escola, a partir da inserção do(s) aluno(s) com necessidades educacionais especiais nas classes comuns, realizou mudanças na sua forma de organização no que se refere à organização curricular, às práticas pedagógicas desenvolvidas em sala de aula, aos recursos didáticos utilizados, aos recursos e instrumentos de avaliação, à organização do espaço, entre outros aspectos? Se sim, descreva detalhadamente quais as mudanças que têm sido implementadas para atender aos alunos com necessidades educacionais especiais.

Resposta: Não, Até o momento não foi realizada nem uma mudança em relação as práticas pedagógicas a inclusão que acontece é que os professores tentam e se esforçam para dar apoio com qualidade aos seus alunos. E a escola tentou mudar a sua forma de organização dentro do possível mas não condiz com a resolução apropriada.

4) Você, enquanto coordenador(a) da escola, realizou algum curso ou tem recebido alguma formação específica acerca da inclusão de alunos com necessidades educacionais especiais? Se sim, como foram esses cursos e/ou formação? Informe, adicionalmente, se eles foram propostos pela rede pública ou se você os procurou por iniciativa própria.

Resposta: Sim fiz alguns on-line sobre Hiperatividade por iniciativa própria o os curso oferecidos pela secretaria foram só de Libra, os cursos não direcionados diretamente para os professores ainda não teve só para a coordenadora da sala de recurso.

5) A rede municipal ou estadual na qual você atua como coordenadora conta com um setor responsável pela educação especial? Se sim, esse setor tem promovido o apoio a inclusão, garantindo recursos humanos e financeiros que viabilizem o atendimento de qualidade aos alunos com necessidades educacionais especiais nas classes comuns, tal como prevê a legislação?

Resposta: Sim, que sou eu Rita de Cassia Brito mas o setor responsável é falho, deixa muito os professores sem apoio de forma geral falta de material pedagógico necessário.

6) A escola tem implementado flexibilizações e adaptações curriculares que considerem o significado prático e instrumental dos conteúdos básicos, metodologias de ensino e recursos didáticos diferenciados tendo em vista as necessidades educacionais apresentadas pelos alunos, tal como prevê a legislação, especialmente o Artigo 8º da Resolução CNE/CEB nº 2/2001 (BRASIL, 2001)? Explique e dê exemplos.

Resposta: Dentro do possível sim, tudo se torna mais complicado quando não há material didático e apoio de lado nenhum..

7) Como os alunos com necessidades educacionais especiais têm sido avaliados?

Resposta: Dentro de suas capacidades observando os aspectos cognitivo, afetivo e motor e dentro da sala de aula normal e fora com estão comigo na sala especial.

8) Os sistemas de ensino, nos termos da Lei 10.098/2000 e da Lei 10.172/2001, devem assegurar a acessibilidade aos alunos que apresentem necessidades educacionais especiais mediante a eliminação de barreiras arquitetônicas urbanísticas, bem como de barreiras nas comunicações, na edificação e nos transportes escolares, incluindo instalações, equipamentos e mobiliário, provendo, assim, as escolas dos recursos humanos e materiais necessários (BRASIL, 2001). A escola, sob sua coordenação, está garantindo acessibilidade aos alunos com necessidades educacionais especiais? Explique e dê exemplos.

Resposta: Não, a escola nunca passou por uma reforma justamente para garantir a acessibilidade a esses alunos, mas a reforma esta no papel para supriu a necessidade desses aluno.

9) Os professores das classes comuns da escola que você coordena receberam

alguma formação específica para atender

...

Baixar como (para membros premium)  txt (9.1 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com