TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Trabalho Design

Por:   •  4/9/2014  •  1.514 Palavras (7 Páginas)  •  131 Visualizações

Página 1 de 7

APRECIAÇÃO CRITICA SOBRE A ESCOLA DO DESIGN

SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 2

2. Premissas da escola do design 2

3. Crítica da escola do design......................................................................................................3

3.1 Contribuições da escola do design 3

4. CONSIDERAÇÕES FINAIS 4

5. REFERÊNCIAS........................................................................................................................5

1. INTRODUÇÃO

A escola do design surge nos anos 60, abrindo espaço para o desenvolvimento das demais escolas de natureza prescritiva, e sua origem pode ser atribuída a dois influentes livros escritos na Califórnia University (Berkeley) e no MIT: Leadership in Administration, de Philip Selznick, em 1957, e Strategy and Structure, de Alfred D. Chandler, em 1962. Más, é em 1965 com Christensen, Andrews e Guth que a escola se estabelece.

O modelo adotado pela escola propõe uma avaliação de fatores internos e externos para formulação da estratégia organizacional e de acordo com Mintzberg, Ahlstrand e Lampel (2000, p. 28), "em sua versão mais simples, a escola do design propõe um modelo de formulação de estratégia que busca atingir uma adequação entre as capacidades internas e possibilidades externas".

Nesse sentido é criada a ideia de SWOT (Strengths – Força, Weaknesses – Fraqueza, Opportunities – Oportunidade, Threats – Ameaça), que tem como conceito a análise de pontos fortes, fracos, ameaças e oportunidades, propondo um modelo de adequação entre as capacidades internas e as oportunidades externas, dessa forma as estratégias nesta escola devem servir para reduzir ameaças e aproveitar oportunidades em relação à avaliação externa, e em relação à avaliação interna aproveitar-se dos pontos fortes, buscando também reduzir os pontos fracos.

O modelo básico da escola do design prescreve a elaboração das estratégias e supõe a criação de várias, que em seguida devem ser avaliadas para a escolha de uma. Neste sentido é relacionado testes para se fazer esta avaliação e após elencadas as várias estratégias é devidamente acordada uma, e esta deve ser implantada. A série de testes elencados são:

Consistência: A estratégia não deve apresentar objetivos e políticas mutuamente inconsistentes.

Consonância: A estratégia deve representar uma resposta adaptativa ao ambiente externo e às mudanças críticas que ocorrem dentro do mesmo.

Vantagem: A estratégia deve propiciar a criação e/ou manutenção de uma vantagem competitiva na área de atividade selecionada.

Viabilidade: A estratégia não deve sobrecarregar os recursos disponíveis, nem criar subproblemas insuperáveis.

2. Premissas da escola do design

Das várias premissas que são alicerces da escola do design, sete delas são listadas abaixo:

1. A formulação da estratégia deve ser um processo deliberado de pensamento consciente: as estratégias são criadas com base no conhecimento adquirido ao longo do tempo, sendo sua formulação conhecida como uma aptidão adquirida e não natural ou de intuição.

2. A responsabilidade pela formação destas estratégias a partir do processo deliberado de pensamento é de responsabilidade do executivo principal da organização: este é o único estrategista, sendo as decisões principais centralizadas em sua pessoa.

3. O modelo da formação da estratégia deve ser mantido informal e simples: Para ser controlada por uma só mente a maneira é manter o processo simples.

4. As estratégias devem ser únicas: Estabelece estratégias únicas para situações especificas, ou seja, sobre medida para o caso individual. Concentrando-se no processo de formulação e não no conteúdo.

5. O processo é considerado completo quando as estratégias parecem plenamente formuladas como perspectivas: em determinado momento a estratégia se apresenta como perspectiva, completamente formulada e pronta para ser implementada. Considerada a grande estratégia, o conceito global do negócio e a escolha suprema.

6. As estratégias

...

Baixar como (para membros premium)  txt (10.8 Kb)  
Continuar por mais 6 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com