TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Triagem Auditiva Neonatal: à Luz Da Lei № 12.303, De 02 De Agosto De 2010

Artigos Científicos: Triagem Auditiva Neonatal: à Luz Da Lei № 12.303, De 02 De Agosto De 2010. Pesquise 793.000+ trabalhos acadêmicos

Por:   •  23/3/2015  •  410 Palavras (2 Páginas)  •  366 Visualizações

Página 1 de 2

Triagem Auditiva Neonatal: à luz da Lei № 12.303, de 02 de agosto de 2010

Joelma Barros Procópio

RESUMO

Introdução: A Triagem Auditiva Neonatal (TAN) é obrigatória por lei em muitas cidades brasileiras, inclusive em Imperatriz-MA, por meio da lei № 12.303, de 02 de agosto de 2010. O Hospital Regional Materno Infantil realiza o exame gratuitamente. O exame logo ao nascer é imprescindível, principalmente aos bebês que nascem com algum tipo de problema auditivo. Triagem Auditiva Neonatal (Teste da Orelhinha), que é realizado a partir do terceiro dia de vida do bebê. O exame é de rápida realização e indolor. Estudos indicam que um bebê que tenha um diagnóstico e intervenção fonoaudiológica até os seis meses de idade pode desenvolver linguagem muito próximo a de uma criança ouvinte. Objetivo: Este estudo teve como objetivo, investigar se os universitários, como futuros pais, estariam mais preparados para demandar e oportunizar, respectivamente, a Triagem Auditiva Neonatal, garantindo sua realização. Método: Realizou-se uma pesquisa de campo e a amostra foram compostas por 50 universitários maiores de 18 anos, oriundos de universidades federal, estadual e privadas das diversas áreas de formação. A importância dessa pesquisa são as vantagens da detecção da Perda Auditiva Neurossensorial em crianças, incentivando a implementação de programas de Triagem Auditiva para recém-nascidos. Resultado: (84%) dos entrevistados não tem conhecimento sobre a existência de legislação que ampare a realização de qualquer tipo de triagem auditiva e apenas 16% conhecem. Com o resultado foi possível perceber que a maioria dos entrevistados não tem conhecimento sobre a obrigatoriedade dessa lei. Conclusão: Esta pesquisa mostra que a maioria dos universitários conhecem a importância da triagem auditiva neonatal e que podem reivindicar este direito. No entanto, muitos deles desconhecem que em várias cidades brasileiras, inclusive em Imperatriz - MA, a realização da Triagem Auditiva Neonatal já tem amparo legal.

Palavra-Chave: Triagem Auditiva. Lei. Crianças.

BARREIRA-NIELSEN, C.; FUTURO NETO, H.; G. GATTAZ. Processo de Implantação de Programa de Saúde Auditivo em duas Maternidades Públicas. Revista da Sociedade Brasileira de Fonoaudiologia. V12, n. 2, abr/jun 2007.

BESS, Fred; HUMES, Larry, Fundamentos de Audiologia, Ed. Artmed Porto Alegre 1998, 2º Edição, Cap. 6 pág. 205.

BOHRER,2007. Triagem Auditiva Neonatal. Disponível em www.sbp.com.br. Acessado em 22/10/2014.

BRITTO, Márcia. Teste da Orelhinha é importante para que a criança cresça saudável e sociável. Publicação junho de 2007, Ed.29. Disponível em www.alobebe.com.br/site/revista/reportagem.asp?texto=420. Acessado em 22/10/2014.

PÁDUA, F.; MARONE, S.; BENTO, R.; CARVALHO, R.; DURANTE, A.; SOARES,J.; BARROS,J.;LEONI,C., 2005,Triagem Auditiva Neonatal: Um desafio para sua implantação. Disponível em www.arquivosdeorl.org.br/conteudo/acervo_port.asp?id=38. Acessado em 22/10/2014.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com