TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

Exposição kandinsky

Por:   •  2/11/2015  •  Resenha  •  523 Palavras (3 Páginas)  •  77 Visualizações

Página 1 de 3

Exposição de Kandinsky

Ao iniciar minha visita, imaginei que logo de cara iria me deparar com obras famosas e abstratas do Kandinsky, já que ele foi o primeiro pintor do ocidente a expressar uma tela abstrata. Porém, ao contrário de todas minhas expectativas observei obras não só dele, mas também de pintores que foram influenciados pelo artista, além das obras de Gabriele Munter, que foi uma das mulheres do pintor.

A exposição não mostrou apenas as famosas obras as quais tornaram Kandinsky um renomado pintor, mas também mostraram as obras do início de sua carreira, onde o pintor tinha grande apresso pelas paisagens; observei as cores utilizadas e quadros expostos e nunca fiquei tão encanta e tão fascinada por estas; “A cor é um meio para exercer uma influência direta sobre a alma” W. Kandinsky.

Na exposição vi o grande apresso que        Kandinsky tinha pela música e a amizade que teve com Arnold Schönberg através das cartas expostas e como ele expressa sua paixão por música através de seus quadros que recebem nome de harmonia, composição entre outros elementos musicais, preocupando-se com a harmonia cromática e composição dos respectivos quadros.

Fiquei impressionada e apaixonada pela exposição, que, além de mostrar o lado abstrato de Kandinsky, mostrou quadro de quem o influencio e de quem ele influenciou, além de trazer obras em louça, cartas de sua amizade com o Arnold S. e roupas e peças xamanica que foi de grande importância para a fase de transição do pintor.

De todas as obras, uma que me roubou a visão foi Rio de outono, através de pesquisa e muito observar, vejo a grande influência de Monet sobre Kandinsky, já que como o mestre, também fazia com que as cores parecessem independentes do objeto as quais representa.

[pic 1]

Figura 1 Rio de outono – W. Kandinsky

[pic 2]

Figura 2 Do branco – W. Kandinsky

Essa pintura representa a fase onde ele representava temas oníricos, contos de fadas, lendas, mas confesso que achei essa um pouco sinistra, quando me remete a conto de fadas imagino tons “leves” lindas paisagens, e coisas encantadores, aprecio o cavalo, mas essa mulher, o céu preto, tons “pesados” a arvore de folhagens caída, não associo a um conto de fada.

[pic 3]

Figura 3 Amazona com leões azuis – W. Kandinsky

Neste quadro está clara a fase de transição do pintor do figurativo para o abstrato.

[pic 4]

Figura 4 São Jorge – W. Kandinsky

Uma das xilogravuras realizada pelo pintor.

[pic 5]

Figura 5 Bosques de Bétulas – W. Kandinsky

Outros quadros de seguidores e artistas que o influenciaram.

[pic 6]

Figura 6 Alexander Borisov – Eclipse total

Neste quadro consigo ver claramente as semelhanças entre Kandinsky e Gabriele, a forma como utilizam as cores e como ela retrata a as arvores, a forma da pintura me lembra o Rio de outono de Kandinsky pelas cores e como elas são retratadas.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (4 Kb)   pdf (600 Kb)   docx (483.3 Kb)  
Continuar por mais 2 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com