TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

O QUE PLATÃO DIRIA NOS DIAS DE HOJE

Por:   •  24/9/2013  •  385 Palavras (2 Páginas)  •  334 Visualizações

Página 1 de 2

Na Antiguidade, fatos diversos deixavam filósofos admirados. E se nos dias de hoje Platão pudesse fazer uma análise crítica, das esculturas da Francesa Soasig Chamaillard, que misturam elementos pop com imagens religiosas o que diria?

Platão foi discípulo de Sócrates, pai da racionalidade e criador do mundo das idéias.

Para Platão a educação seria o ponto de partida e principal instrumento de seleção e avaliação das aptidões de cada um. Vale lembrar que a filosofia nasce como uma proposta de educação.

Para Platão, a sociedade ideal deveria ser governada pelos filósofos, porque somente o homem sábio teria a inteira idéia do Bem, do Belo e da Justiça.

Platão estaria provavelmente apavorado e sabendo qual seria o fim, impressionado com a poluição de idéias e imposições que nos bombardeiam e que hoje absorvemos. Sendo suas idéias e filosofias modernas e atuais. Platão poderia facilmente analisar, que o poder de um governo estando nas mãos de pessoas que para ele nada mais é, que cópias imperfeitas e além, disso atribuindo o fato de serem enganosas, resulta nada mais que toda uma sociedade enganosa, que desperdiça o tempo precioso com inutilidades, sendo assim, essas esculturas seria exatamente a cópia da cópia, ou seja, um nada.

Segundo a escultora Soasing, a intenção não foi de chocar os crentes, mas de toca aqueles que virem sua arte.

Platão por sua vez não se calaria e diria que tudo o que existe no mundo real, em nosso mundo, não passa de uma projeção materializada do mundo das idéias que está bem além da nossa percepção sensitiva. Facilmente perguntaria à escultora, se conhece a si mesma? Se sabe o tamanho de sua capacidade de pensar ou também, em que caverna você está? Se recusando a sair.

E finalizaria dizendo, você fez a cópia da cópia, essas são sombras que disfarçam a realidade, saia da ilusão e veja a verdade e que todas as suas esculturas caminham no sentido contrário a de que a educação deveria funcionar como forma de desenvolver o homem moral e intelectual, e mais, quando cada classe social desempenha as funções que lhes são próprias da melhor forma e fazem aquilo que por natureza e por lei são convocadas a fazer, então se realiza a justiça perfeita. Suas esculturas por ser cópia de uma cópia, se colocam abaixo de tudo isso que foi escrito.

...

Baixar como (para membros premium)  txt (2.3 Kb)  
Continuar por mais 1 página »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com