TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

ATPS Fundamentos Históricos e Teóricos Metodológicos do Serviço Social III

Por:   •  25/11/2013  •  Seminário  •  1.902 Palavras (8 Páginas)  •  169 Visualizações

Página 1 de 8

ATPS Fundamentos Históricos e Teóricos Metodológicos do Serviço Social III

Atuação do Assistente Social no Mundo contemporâneo

INTRODUÇÃO:

Este trabalho tem como objetivo mostrar que o assistente social vem gradativamente ampliando seu espaço de atuação, abrangendo cada vez mais seu exercício profissional em empresas, em serviços públicos e no terceiro setor. Essa expansão do mercado de trabalho para o serviço social encontra resposta nas constantes transformações que vem sofrendo a sociedade planetária com os avanços tecnológicos, a globalização e a reestruturação produtiva, que incidem diretamente nas relações sociais, nas relações de trabalho e na economia. Tais fatores trazem consigo, a necessidade de uma profissão que atue nestas relações, as quais são inerentes ao processo de transformação, sendo o serviço social requisitado como tal.

A IMPORTÂNCIA DO SERVIÇO SOCIAL NOS DIAS DE HOJE

Desenvolvimento:

O serviço social surge da emergência da questão social do conjunto das expressões da desigualdade social, econômica como também cultural, ou seja, problemas da sociedade capitalista, da diferença entre o capital e o trabalho, advindo do século XIX.

No Brasil o Serviço Social tem seu início na primeira metade do século XX com base no assistencialismo da Igreja Católica, que promovia a ajuda aos mais necessitados e que junto ao Estado implantaram políticas de assistência, buscando diminuir os conflitos de classes

Assim, o Serviço Social busca recursos indispensáveis para o ser humano, reduzindo conflitos e adaptando o individuo ao meio e o meio ao individuo, visando o equilíbrio social.

A partir das associações formadas por moças católicas que fazem assistência ao proletariado, surge à primeira Escola de Serviço Social no Brasil, fazendo com que o Estado solicite assistentes sociais para trabalharem em instituições estatais.

O Assistente Social atua formulando e realizando propostas de enfrentamento às questões sociais, por meio de programas e políticas públicas, empresariais, de organização da sociedade civil e movimentos sociais que visam à preservação, defesa e ampliação dos direitos humanos e a justiça social.

O serviço social surge no final do século XIX, quando se consolidou o processo de industrialização conhecido como Revolução Industrial. Tal revolução facilitou a consolidação do capitalismo. Esse processo segundo Paulo Neto (2001) gerou significativos impactos na estrutura social. Portanto o serviço social surge como emergência da questão social do conjunto das expressões da desigualdade social fruto do antagonismo entre o capital e o trabalho. Durante muito tempo o serviço social esteve a serviço da burguesia.

O Serviço Social buscou se configurar como uma profissão que agisse de forma integral com o individuo social. Grandes foram às dificuldades, pois o mesmo nascera do berço da filantropia e desfazer esse vinculo levou tempo e muita luta para que a profissão se consolidasse.

Frente às transformações do mundo globalizado está inserido o assistente social para encontrar respostas sólidas as especificidades da questão social, sendo esta, segundo Neto, “O conjunto de problemas políticos, sociais, e econômicos que reclamados pela classe operária no curso da consolidação do capitalismo”.

Porém nem sempre foi assim. No passado, o Serviço Social era completamente influenciado pela doutrina social da Igreja Católica, pode-se perceber que outras correntes influenciaram o processo de profissionalização, cujas bases possuem um forte relacionamento com o monopolista absorvendo os princípios da filantropia. Ação é orientada a um fim como resposta às necessidades sociais, materiais ou espirituais essa abordagem do exercício profissional em sua dimensão de trabalho concreto, útil. A Divisão Social do Trabalho na medida em que a satisfação e as necessidades sociais se tornam mediada pelo mercado, pela produção, troca e consumo das mercadorias. Ação em prol de pessoas que necessitam de algum tipo de ajuda tende a se sentir valorizado e útil em poder amenizar o problema de alguém alheio a ele. Poder ajudar pessoas que não tiveram, talvez, a mesma sorte ou oportunidade que ele teve, pode

...

Baixar como (para membros premium)  txt (13 Kb)  
Continuar por mais 7 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com