TrabalhosGratuitos.com - Trabalhos, Monografias, Artigos, Exames, Resumos de livros, Dissertações
Pesquisar

As tarefas da antropologia moderna

Por:   •  22/9/2014  •  Pesquisas Acadêmicas  •  1.450 Palavras (6 Páginas)  •  444 Visualizações

Página 1 de 6

FICHAMENTO

LARAIA, Roque de Barros. Cultura: um conceito antropológico. 24 ed. Rio de Janeiro: Jorge Zahar Ed, 2009.

por SAMELA BONFIM

PRIMEIRA PARTE

O coneito de antropologia é centro de discurssões inesgotáveis já que está relacionada a uma enorme diversidade cultural.

Roque de Barros em seu estudo aponta que os homens sempre se preocuparam com a diversidade comportamental entre as mais distintas sociedades. Todos os homens possuem a mesma natureza, são separados por seus hábitos.

O etnocentrismo é a visão onde o nosso próprio grupo é visto como centro de tudo, e todos os demais grupos são vistos e pensados de acordo com a nossa maneira de pensar. Essa tendência que o indivíduo tem de menosprezar a cultura alheia, caracterizando-a como inferior a sua foi tomada por Herodoto, negando o seu uso. Ele afirma que se oferecêssemos aos homens a escolha entre todos os costumes do mundo ele certamente escolheria o seu atual, convencido de que ele é melhor que os demais.

Ao fazer estudos sobre o povo Tupinambá Montaigne comenta que cada qual considera bárbaro o que não é praticado em sua terra.

Os ambientes físicos também foram apontados como fatores que interferem nos comportamentos humanos. O arquiteto Marcus V. Pollio afirma que os povos do sul tem uma inteligência profunda devido estarem em uma área fria. Já os que vivem nas nações do norte possuem uma mente preguiçosa, pois vivem em locais carregados e quentes. Ibn Khaldun, também partilhava semelhantemente do

conceito. Segundo ele habitantes de climas quentes tinham natureza passional e os de climas frios faltava vivacidade.

Outro estudo semelhante foi o do filosofo árabe Jean Bordin que aponta que os nórdicos são “fiéis, leais aos governantes, cruéis, poucos interessados sexualmente, enquanto os do sul são maliciosos, engenhosos, aberto, orientados para ciências...” (pg 14)

Em resumo da primeira parte, podemos sintetizar que os povos possuem distintas formas culturais e que é preciso se desvincular de seus próprios conceitos para entender costumes alheios.

DETERMINISMO BIOLOGICO

Para os antropólogos o determinismo biológico não é determinante nas diferenças culturais. Em sinteze os genes não interferem nos comportamentos humanos. Exemplificando a tese, tomamos como exemplo uma criança da Suecia transportada para o Brasil desde nascença. Ela terá os costumes da família que a criou. Falará a língua brasileira e terá o sutaque da região que mora. Resumindo as diferenças genéticas hareditárias não constituem uma fator essencial para a formação cultural do individuo.

DETERMINISMO GEOGRÁFICO

Condiciona a diferença do ambiente físico à diversidade cultural. Essa teoria defende que o clima é fator crucial no processo comportamental dos povos. Em contraponto, antropólogos, dentre eles, Boas, Wisssler, Kroeber encontraram limitação na tese. Eles acreditam que é comum existir diversidade cultural em um mesmo ambiente físico.

Um exemplo são os Esquimós e os Lapões. Eles vivem em condições climáticas semelhantes. Mas vivem, moram e se comportam de maneiras distintas.

Não é possível admitir tal conceito. As diferenças não podem serem explicadas pela biologia e menos ainda pelo ambiente em que vivem.

ANTECEDENTES HISTÓRICOS DO CONCEITO DE CULTURA

Sintetizado PR Edward Tylor, cultura – inclui conhecimentos, crenças, arte, moral, leis, costumes, adiquiridos pelo homem como membro de uma sociedade. A idéia de cultura ganhou consistência, e com esse processo permanente de aprendizagem, conhecemos essa capacidade de endoculturação.

Para enfatizar e ampliar, Jacques Turgot afirma em sua obra, que o homem é capaz de assegurar suas idéias eruditas, comunicá-las a outros, e partilhar aos seus descendentes como uma herança sempre crescente.

O DESENVOLVIMENTO DO CONCEITO DE CULTURA

Os estágios existentes no processo evolutivo é resultado da diversidade. Então uma das tarefas da antropologia é estabalecer uma escala de civilização. Na qual diferentes sociedades humanas seriam classificadas hierarquicamente.

Diverge Stocking (1968) que critica Tylor “por deixar de lado toda a questão

...

Baixar como (para membros premium)  txt (8.8 Kb)  
Continuar por mais 5 páginas »
Disponível apenas no TrabalhosGratuitos.com